Últimos assuntos
» Flood 4.0
Ontem à(s) 8:59 por Hylla K. Werstonem

» Pego - Namoro - Passo - Caso - Morre Diablo!
Qua 10 Out 2018 - 6:01 por Frâncio R. Lehner

» Reclamação Divina
Sab 6 Out 2018 - 9:24 por Eros

» Salão de Festas
Sex 5 Out 2018 - 18:48 por Henry P. Friedrich

» Enfermaria Central
Dom 30 Set 2018 - 21:01 por Aleksander S. Kierkegaard

» Pedidos de Missões
Qua 26 Set 2018 - 20:40 por Atena

» Salada Mista
Qui 16 Ago 2018 - 15:06 por Brianna W. Dellannoy

» [RP] Sasha Ivanovna
Dom 12 Ago 2018 - 14:20 por Sasha Ivanovna

» O que faria se acordasse ao lado da pessoa acima?
Qui 9 Ago 2018 - 20:27 por Hera

» Templates, Sign e whatever
Seg 6 Ago 2018 - 20:08 por Romain Sjöstrand

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

------- Deuses -------
Lissa
Dona da poha toda
Fundadora
Enviar MPVer perfil
Afrodite
Espelho, espelho meu
Adm Master
Enviar MPVer perfil
Zeus
Zeusa, com S
Adm Master
Enviar MPVer perfil
Nyx
Rainha da Noite
Adm Master
Enviar MPVer perfil
Hécate
Mãe de todos
Adm
Enviar MPVer perfil
Poseidon
Rei do Sushi
Adm
Enviar MPVer perfil
Hera
Corna
Adm
Enviar MPVer perfil
Hades
Suco de caixinha
Adm
Enviar MPVer perfil
------- DHB Awards -------
Deus Mais Sexy
Nyx
Semideus Mais Sexy
Sebastian V. Woljöden
Deus Mais Influente
Zeus
Semideus Mais Influente
Isabelle Duchanne
Melhor Casal
Poseylla
Melhor Postador
Hylla K. Werstonem
Mais Rodado
Anko Utakata
Melhor Líder/Conselheiro
Zoey Montgomery
Personalidade Feminina
Hylla K. Werstonem
Personalidade Masculina
Brandon H. Smith
Melhor Anarquista de Éris
Pandora Aërsterien
Melhor Astrólogo de Asteris
Urania Lesauvage
Melhor Caçadora de Ártemis
Brooke Vegah
Melhor Curandeiro de Asclépio
Maxine C. Blink
Melhor Espectro de Érebo
Astrid Raimann Lehner
Melhor Feiticeiro de Circe
Zoey Montgomery
Melhor Mênade
Isabelle Duchanne
Melhor Sacerdotisa de Nyx
Alicia Watts Schratter
------- Parceiros -------

Parceiros
---------- CRÉDITOS ----------

Salão de Festas

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 5 Jun 2016 - 16:29

Relembrando a primeira mensagem :

Salão de Festas

avatar

Filhos de Ares
Filhos de Ares


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
355/480  (355/480)
Energia (EP):
345/480  (345/480)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Salão de Festas

Mensagem por Helena Brussel em Qua 8 Ago 2018 - 14:48


With a taste of your lips, I'm on a ride You're toxic, I'm slipping under with a taste of a poison I'm on paradise I'm addicted to you don't you know that you're
             

toxic

Pelo olhar de meu pai notei que ele não estava satisfeito comigo, no fundo, lá no fundo, mas assim, bem lá no fundo, eu também não estava. Não estava preparada para encontrar com meu pai, aquele que nunca me visitou, não se vestiu de Papai Noel no natal, nem ao menos mandou um presente em meus aniversários. Tudo o que eu queria era um pai presente, mas em vez disso, eu tinha um deus que não ligava para nenhum de seus filhos, apenas para a atual noiva.

Hylla era legal, incrível, fez muito pela Isa, o que também acabava comigo. Eu era a melhor amiga, era meu trabalho consola-la quando ela estava na pior e em vez de fazer isso me afastei. No fim, Hylla sempre seria a favorita de Isabelle, a favorita de Poseidon, a favorita de todo mundo.
Os dois se afastaram e me deixaram ali com o novato, por mais que eu estivesse puta e quisesse seguir o casal, sabia que o melhor era ficar por ali, ir atrás deles só iria piorar as coisas. Respirei fundo e me recompus, estendi a mão e sorri.

Agora que já conheceu meu pai e minha madrasta podemos pular pro final – pisquei e falei brincando, não podia perder a oportunidade, mantive a seriedade por pouco tempo – Brincadeira,  eu sou Helena – larguei a taça vazia e peguei outra assim que o garçom passou por ali, se beber iria servir para esquecer Poseidon, eu tomaria tudo que tinha direito.


 

                     



A drop in the ocean
A change in the weather
I was praying that you and me might end up

together
avatar



Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
130/130  (130/130)
Energia (EP):
130/130  (130/130)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Kyros W. Fritz em Qua 8 Ago 2018 - 21:12

Let just get to the point
Bad time bringer
Son of Hades
Clã Fritz



Seu único olho visível estudou a mulher á sua frente. Ela pareceu tão incomodada por alguns segundos... Não que fosse papel dele se intrometer ou que ele fosse se intrometer. Viu o casal se afastando e suspirou, apesar de não ter nada contra ou a favor, relacionamentos entre deuses e semideuses raramente davam certo.

Parte dele desejava que aquele desse, por algum motivo.

Voltou o olhar à garota, seria ciúme do pai ou de Hylla? Só cabia a ele estipular. Deu mais um gole no que estava bebendo antes de ouvir aquela... como deveria classificar, cantada? Ele era péssimo com aquele tipo de coisas (na verdade nunca tinha falado por tanto tempo com alguém do sexo oposto). Tentou acomodar a compostura, embora não fosse ter muito sucesso. "Vamo lá, pensa..." Ele tinha uma reputação à zelar.

o único olho visível piscou.

- Eu gosto de uma boa preliminar antes. - acompanhou-a na brincadeira, se perguntando como caralhos tivera coragem para aquilo. - Então...hã... vem sempre aqui? - Pôde imaginar o cérebro tomando o formato de uma mão e estapeando-o na cabeça de dentro pra fora. Porque aquele tipo de coisa tinha que ser tão complicado?

avatar

Filhos de Hades
Filhos de Hades


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
130/130  (130/130)
Energia (EP):
130/130  (130/130)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Alexa Watts Schratter em Sex 10 Ago 2018 - 20:52

— take a chance on me



Depois daquela noite que passara com Daniel, Alexa sentia que havia cometido um erro, mas não iria se importar de cometer o mesmo erro mais algumas vezes. Por isso estava inconformada de ter que ir naquele baile com November, não que ele fosse ruim, tratava-a como uma rainha, tinha pegada, mas também tinha aquela delicadeza toda. Só que não estava no planejamento se apaixonar pelos dois irmãos, ainda mais sabendo que elimina-los seria o caminho direto para sua vingança.

Alexa estava certa de que queria aquela vingança mais que tudo e, em outro momento, passaria por cima de tudo e todos para ver Alicia sofrer como ela sofrera. Mas a ida ao baile era muito arriscada, só poderia ficar por ali até a irmã chegar e ela iria se atrasar, o que dava algumas horinhas para Alexa por November contra Daniel.

Com sorte conseguiu um vestido igual ao de Alicia, era de cor marfim, tinha algumas camadas e vários detalhes em pedra, um tanto quanto chamativo, mas Alexa não podia opinar. Sua máscara era da mesma cor, vestiu-a e entrou no salão, seus olhos foram a procura de November, mas não encontrou-o. Sentou-se em um dos sofás que haviam mais ao fundo, o garçom serviu uma taça de vinho branco e Alexa ficou por ali, bebendo e esperando que November chegasse.  



She got blood cold as ice
☾★ And her heart made of stone
She's the beast in my bones
She gets everything she wants ★☽
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
100/100  (100/100)
Energia (EP):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Emily Duchanne em Sab 11 Ago 2018 - 0:17

Waterloo
I was defeated, you won the war

As cortinas do quarto foram abertas com voracidade, haviam passos e dava para ouvir murmúrios. Emily abriu os olhos, rapidamente esticou a mão tentando cobrir o sol que irritava-a, quando o efeito passou conseguiu notar um ser desesperado andando de um lado para o outro. Era Isabelle. A morena bufou indignada, o que Hades poderia ser tão importante para acorda-la aquela hora?

Com dificuldade afastou os cobertores e sentou-se na cama, procurando entender o que Isabelle dizia, as palavras voavam tão ligeiro e o som era quase inaudível, Emily encarou-a e voltou a se deitar.

- Como você pode estar dormindo a essa hora?! – a mênade finalmente em tom audível gritou, fazendo a morena sentar-se novamente.

- É de manhã, não se preocupe, está tudo arrumado, planejado, a festa só começa as 20h – bocejou enquanto esfregava os olhos.

- Manhã? Emily são 17hrs – a prole de Dionísio levou um tempo para entender aquilo, quando conseguiu processar a informação arqueou as sobrancelhas e olhou ao redor se perguntando como pudera ter dormido tanto. Isabelle se jogou na cama e cruzou os braços encarando o teto – E se ele vier?

- Ele quem? Ah, um momento.

- Elijah!

- Ah! Querida, se ele vier você vai ir agir naturalmente, nada aconteceu – ia terminar a frase por ali, mas lembrou-se de algo muito importante – Exceto aquilo, mas você não contou nem pra Zoey, muito menos pra Hylla, porque Elijah deveria saber?!

- Tem razão.

- Eu sempre tenho, agora, levanta daí, preciso me arrumar e você também.

Ela levantou e foi até o banheiro, encarou a banheira e pensou nos vários minutos que ficaria ali. Os vários minutos sem Kristhyne. Ligou-a e jogou alguns sais. Voltou para o quarto, Isabelle ainda estava atirada na cama, a morena pegou uma almofada e atirou nela.

- Se você ficar muito tempo aí vai se atrasar, capaz de Elijah chegar e você nem ao menos ter se vestido – deu um sorrisinho malicioso e se escorou no arco entre o banheiro e o quarto – Embora eu tenha certeza que ele não ia se importar de te ver assim – Entrou novamente no banheiro, despiu-se e entrou na água morna.

...

Olhou para o relógio, não faltava muito para o baile começar, o que significava que logo, logo Kris estaria chegando e Emily precisava se apressar, não queria perder nem um único segundo. Colocou o vestido preto e os saltos enquanto caminhava pelo quarto atrás do par de brincos e da caixinha de pulseiras que havia ganhado da namorada.

Estava começando a entrar em estado de nervos quando lembrou que guardara no cofre, foi até o mesmo e pegou o que queria, fechou-o e foi colocar os acessórios. O cabelo e a maquiagem já estavam prontos, agora só faltava a máscara.
Olhou para o relógio novamente, estava atrasada. Procurou por todo o quarto até ser interrompida por uma batida na porta, era Isabelle que entrou carregando uma máscara.

- Eu sabia que você iria esquecer – entrou-a para Emily que respirou fundo, encarou a prima e notou que ela estava longe de estar pronta.

Isa, você não é noiva pra chegar atrasada.

Por favor, eles sobrevivem sem mim, não estou pronta para descer – ela suspirou e Emily puxou-a para um abraço, mesmo que ela odiasse aquele tipo de ato – Tá, tá, eu estou indo me arrumar.

Vai mesmo.

A mênade se retirou e logo a prole de Dionísio colocou a máscara conferindo no espelho como estava, desceu para o térreo. Já havia uma quantidade considerável de convidados, atacou um dos garçons que trazia as taças com vinho, pegou duas, iria precisar delas enquanto Kristhyne não chegava.



Waterloo
Promise to love you for ever more







TAKE

ME
avatar

Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
130/140  (130/140)
Energia (EP):
130/140  (130/140)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Daniel A. Daskov em Sab 11 Ago 2018 - 13:10




// Flashback

What doesn't kill me, better run

Daniel não era lá muito fã de bailes, no entanto, Isabelle o havia convidado e a proposta de ir a um evento onde poderia ter comida e bebida de graça pareciam a chance perfeita para sair do tédio. Ainda mais depois que soube que Alicia iria, poderia facilmente ter um flashback do que acontecera naquele bar em New Orleans.

Daskov sorriu de canto ao observar-se no espelho, estava trajando um terno negro e camisa alva para contrastar. Seus cabelos estavam penteados para trás e em seu rosto encontrava-se uma máscara negra, combinando com o terno de mesma cor. Roupa perfeita para tirar uma casquinha de Alicia e sair de fininho antes que seu irmão problemático o assediasse com perguntas idiotas e apaixonadas. Deu de ombros e saiu da mansão dos espectros.

[...]

Isabelle tinha um bom gosto para decoração, sua casa, por mais que fosse enorme, trazia traços aconchegantes e não muito chamativos. Ele havia lembrado-se de colocar no bolso do paletó um pequeno presente para ela, esperava que ela gostasse, não que fosse usar em meio a tantos presentes ricos que receberia ali, era algo mais simbólico.

Subiu as escadas de entrada e pôde ver de relance alguns semideuses do acampamento, não se recordava bem dos nomes. Alguns já eram mais antigos, outros eram bem novos. De qualquer forma, não se importou muito. Caminhou pelo salão até que avistou Alicia sentada no sofá. A diversão estava prestes a começar.

Caminhou lentamente até ela e sentou-se ao seu lado, como quem não quer nada.

— Se não fosse a máscara eu diria que já nos conhecemos. — Sorriu de canto.




Dan
Son of Thanatos
What doesn't kill me
avatar

Espectros de Érebo
Espectros de Érebo


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
280/280  (280/280)
Energia (EP):
280/280  (280/280)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Alexa Watts Schratter em Sab 11 Ago 2018 - 14:54

— take a chance on me



Em meio aos devaneios e os planos maléficos seus olhos identificaram o moreno, alto, bonito e sensual. Virou-se um pouco, tentando disfarçar, estava implorando aos deuses que Daniel não viesse naquela direção, que não tivesse visto-a, mas era tarde demais.

Alexa respirou fundo, contou mentalmente até três, não faltava muito para ele chegar ali. Observou-o sentar ao seu lado pensando nas mil e uma possibilidades que poderiam acontecer caso November chegasse ali.

- Nós já nos encontramos antes? – arqueou as sobrancelhas e falou em tom irônico – Não me recordo e é bem difícil eu esquecer alguém, ainda mais se esse alguém for você – piscou e tomou um gole do vinho.




She got blood cold as ice
☾★ And her heart made of stone
She's the beast in my bones
She gets everything she wants ★☽
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
100/100  (100/100)
Energia (EP):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Daniel A. Daskov em Sab 11 Ago 2018 - 15:02




// Flashback

What doesn't kill me, better run

Até poderia pensar que fosse coisa de sua cabeça, mas Alicia realmente parecia preocupada, olhando em demasia para os cantos como se procurasse, ou até mesmo, como se esperasse por alguém. Foi então que lhe veio em mente a possibilidade dela não estar ali sozinha, e claro que não estaria. Seu irmão não a deixava sozinha nem por um milésimo de segundos.

O garçom passou por ali e ele logo pegou uma taça de vinho para si, tomando um gole e sentindo o sabor adocicado da bebida preferida de Dionísio. Olhou novamente para ela e arqueou levemente a sobrancelha.

— Sabe, November ainda não está aqui, não precisamos fingir. — Ele sorriu de canto. — E não precisa vir com essas cantadas baratas.

Ele se levantou e deu uns poucos passos observando as pessoas ao seu redor, procurando por Isabelle, Hylla, alguém conhecida. Então virou-se novamente para Alicia.

— Você pode ficar sentada aí sozinha ou pode vir comigo e deixar a noite mais divertida.




Dan
Son of Thanatos
What doesn't kill me
avatar

Espectros de Érebo
Espectros de Érebo


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
280/280  (280/280)
Energia (EP):
280/280  (280/280)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Alexa Watts Schratter em Sab 11 Ago 2018 - 16:29

— take a chance on me



O espectro estava certo, November ainda não estava ali, ainda tinha alguns minutos para aproveitar a companhia de Daniel. Sem pensar duas vezes largou a taça vazia em uma mesa e levantou-se se aproximando dele, arrumou o blazer que estava meio torto e encarou-o.

- Ouvi dizer que, ao contrário de November, você dança – deu um sorrisinho – Poderia me ensinar, você, meio que está me devendo uma aula.

Tentou não pensar no outro, tinha que aprender a ficar tranquila nas situações de desespero, ainda haveriam muitas. Focou naquele deus grego que estava em sua frente, passou as mãos pelos braços dele e mordeu o lábio inferior. November podia até ser o mais gentil e amoroso, mas nunca seria tão sexy e sedutor quanto Daniel. Porém teve de conter-se, estavam em um local cheio de semideuses, a qualquer momento November e Alicia podiam chegar.  



She got blood cold as ice
☾★ And her heart made of stone
She's the beast in my bones
She gets everything she wants ★☽
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
100/100  (100/100)
Energia (EP):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Daniel A. Daskov em Sab 11 Ago 2018 - 17:55




// Flashback

What doesn't kill me, better run

Alicia levantou-se e logo estava ali, encarando-o e segurando seus braços. Ela conseguia transcender várias sensações e emoções diferentes em um piscar de olhos, ora difícil e cheia de si, ora extremamente sedutora. Aquele era o exemplo do segundo caso.

Era verdade que November não gostava de dançar, mas não significava que não sabia. O irmão de Daniel era um ótimo dançarino, mas preferia ficar retraído em um lugar mais quieto, olhando as pessoas de longe.

A prole de Thanatos suspirou e deu um sorriso torto observando a garota a sua frente.

— Que assim seja. — Segurou sua mão e a levou para o centro do salão, onde outros semideuses estavam dançando. Se Alicia queria ser discreta, agora certamente estava fodida. Não que importasse algo, ela estava usando uma máscara no fim das contas. — Espero que não se importe com o público. — Falou novamente com seu sorriso torto, apontando para os semideuses que os observavam.

Ele segurou a mão dela e logo a outra foi até sua cintura, iniciando a coreografia da agitada música que tocava ao fundo Bailando.

A música em espanhol soava pelos alto falantes e Daniel conduzia Alicia pelo salão atraindo olhares curiosos.

Coreografia. q





Dan
Son of Thanatos
What doesn't kill me
avatar

Espectros de Érebo
Espectros de Érebo


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
280/280  (280/280)
Energia (EP):
280/280  (280/280)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Alexa Watts Schratter em Sab 11 Ago 2018 - 20:59

— take a chance on me


 

Daniel não deixou a desejar atendendo o pedido da semideusa, que seguiu a coreografia sem tirar os olhos dele, exceto no final. A proximidade do rosto dele era muito convidativa e, se não houvesse plateia, ela certamente teria beijado o moreno. Como nem tudo era um conto de fadas, Alexa separou-se dele sem deixar brechas para uma possível tentativa, vinda dele, haviam muitas pessoas na volta, não podia correr esse risco.
 
Era engraçado como ele facilmente conseguia diverti-la, faze-la se perder em seus planos de vingança, deixando-os de lado. Aquele semideus era um perigo. Alexa olhou ao redor rindo, ainda não tinha certeza de como havia conseguido dançar aquilo, mas estava seriamente interessada em fazer de novo, talvez em um patamar mais alto.
 
- Muito bem – bateu palmas, arqueou as sobrancelhas e comentou brincando – Isso foi, hum, interessante – olhou ao redor atrás da orquestra e do DJ, deu um pequenino sorrisinho, já tinha algo em mente – Um momento, vou pedir outra música.
 
Deu uma corridinha até os músicos e fez seu pedido, Daniel estava ferrado. Alexa voltou com dois microfones auriculares, uma ela colocou e o outro entregou para ele.
 
- É bom que saiba cantar tão bem quanto dança, até porque, o primeiro verso é seu – riu animada e foi puxando-o novamente para o meio da pista, aquilo seria divertidíssimo.
  


— dress&mask


She got blood cold as ice
☾★ And her heart made of stone
She's the beast in my bones
She gets everything she wants ★☽
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
100/100  (100/100)
Energia (EP):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Daniel A. Daskov em Sab 11 Ago 2018 - 21:33




// Flashback

What doesn't kill me, better run

Alicia segurou a mão dele e o arrastou para o centro do salão, ambos agora com microfones. Aquilo com certeza não iria prestar, no entanto, ele a seguiu com seu clássico sorriso torto.

Para a sorte de Alicia, ele conhecia a música e riu ao se dar conta do fato.

— So we back in the club, get that bodies rockin from, side to side (Side to side)... — Começou a cantar virando-se para a garota e abrindo os braços em meio ao salão, atraindo vários olhares para si e no momento seguinte indo para trás de Alicia, passando as mãos em seus ombros e rebolando levemente no ritmo da música, conduzindo-a. — So we back in the club, get that bodies rockin from, side to side (Side to side)... — Daniel caminhou pelo salão ao redor de Alicia, revirando os olhos e arqueando as sobrancelhas numa interpretação exagerada da música, ainda olhando-a, no entanto, em sua visão periférica pôde observar um outro alguém chegando no salão, alguém exatamente igual a garota com quem dançava. — Hands up, and suddenly we all got our, hands up, no control of my body… — Daskov ergueu os braços e se aproximou da prole de Hécate, levando as mãos a sua cintura e erguendo-a no ar, de forma que os semideuses dessem gritinhos animados. Desceu-a de forma que seus rostos quase se tocaram e então manteve distância novamente em sua interpretação exagerada.

Fez um sinal de descrença para Alicia mas ela o convenceu a se aproximar com seu sorriso e um gesto clássico com o indicador e cantou em seu ouvido: — Ain't I seen you before? I think I remember those eyes, eyes, eyes, eyes…

Dan segurou sua mão e a rodopiou no salão, trazendo-a novamente para perto de si, depois a girou novamente em forma de zig zag, numa coreografia praticamente ensaiada enquanto continuava cantando. — 'Cause baby tonight, the DJ got us fallin' in love again
Yeah, baby tonight, the DJ got us fallin' in love again….

A cada segundo mais sensualidade e mais proximidade se mantinha entre os dois mas Danny ainda se mantinha intrigado com a jovem que chegara e acabara de pegar uma bebida, estava começando a se perguntar se era uma duplicata de Alicia.

— So dance, dance, like, It's the last, last night of, Your life, life
Gonna get you right… — Daniel se separou da prole de Hécate e ambos, frente a frente, deixaram-se levar pelo ritmo da música. Segurando-a pelas mãos, cintura, explorando suas curvas, ajoelhando-se em uma performance exagerada… — Cause baby tonight, the DJ got us fallin' in love again…

Os semideuses ao redor pareciam chocados com a cena exagerada que estavam presenciando mas os jovens estavam rindo e se divertindo em meio a todos, em meio ao álcool no sangue.

— Keep downing drinks like this, Not tomorrow that just right now, now, now, Now, now, now… Gonna set the roof on fire, Gonna burn this mother f*cker down, down, down, Down, down, down… — Pela sua visão periférica Danny conseguiu ver a duplicata de Alicia se encontrar com um rapaz de máscara, sua boca ficou levemente aberta ao perceber que era seu irmão. — Hands up, when the music drops, We both put our hands up, Put your hands on my body, Swear I seen you before, I think I remember those eyes, eyes, eyes, eyes… — Sem ligar para a cena, Daskov ignorou e voltou a dançar com a prole de Hécate, sorrindo e continuando a fazer sua cena exagerada e cada vez mais sensuais, com cada vez mais toques entre os dois, e, claramente, mais proximididade. — Cause baby tonight, the DJ got us fallin' in love again, Yeah, baby tonight, the DJ got us fallin' in love again…. Cause baby tonight, the DJ got us fallin' in love again
Yeah, baby tonight, the DJ got us fallin' in love again….

E as últimas notas tocaram no salão, em um misto de cores devido as luzes que focavam nos dois semideuses que dançavam ali. Daniel retirou seu microfone e jogou no chão e se aproximou dela, colocando sua mão em seu maxilar e olhando-a nos olhos com seriedade.

— Acho bom você me dizer seu nome, não sei se percebeu mas Alicia está bem ali atrás com November.





Dan
Son of Thanatos
What doesn't kill me
avatar

Espectros de Érebo
Espectros de Érebo


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
280/280  (280/280)
Energia (EP):
280/280  (280/280)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Alexa Watts Schratter em Sab 11 Ago 2018 - 22:35

— take a chance on me


 

Estava tudo indo maravilhosamente, Alexa até se questionava da onde Dan podia ser moreno, alto, bonito e sensual, ainda dançar e cantar bem. Começou a cantar junto com ele no primeiro refrão.

- 'Cause baby tonight, the D-J got us falling in love again, yeah, baby tonight, the D-J got us falling in love again. So dance, dance, like it's the last, last night of your life, life gon' get you right. 'Cause baby tonight, the D-J got us falling in love again – em meio a um dos giros talvez tivesse enxergado Alicia e November, mas precisava olhar novamente para ter certeza, mas não podia deixar que Dan visse – Now, now, now, now, now, now

O olhar de Daniel já o denunciava, ele com certeza havia visto Alicia e November. Alexa precisava de uma distração.

- Down, down, down, down, down, down – pegou as mãos dele, olhando-o maliciosamente e as levou até a sua cintura e puxou-o para perto, quase colando seus rostos – Put your hands on my body. Swear I seen you before I think I remember those eyes, eyes, eyes, eyes

Resolveu aproveitar a dança e a proximidade, agora que ele descobrira que ela não era Alicia não teria outro momento como esse. E estava certíssima, ao fim da música ele questionou-a. Alexa olhou os olhos azuis, não devia ter se arriscado indo ali, mas também não se arrependia de ter se divertido. Não sabia muito bem o que fazer com ele naquele momento, queria poder dizer que Alicia era Alexa, mas já havia passado a hora para ela fingir estar surpresa.

Entrelaçou os braços no pescoço dele, sorriu e sussurrou tentando parecer que nada havia acontecido, ainda tinham uma plateia ao redor.

- Faça o que eu fizer, depois te explico – não era parte da coreografia, mas não ia perder a última oportunidade. Beijou-o lentamente, dando tempo para os semideuses se distraírem com outras coisas.

Segurou-o pela mão, olhou ao redor e foi puxando-o até o banheiro, assim que já estavam lá dentro ela trancou a porta. Retirou a máscara e arrumou os cabelos.

- Alexa – falou encarando-o – Eu sou Alexa, Alicia é minha irmã.  
 

— dress&mask


She got blood cold as ice
☾★ And her heart made of stone
She's the beast in my bones
She gets everything she wants ★☽
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
100/100  (100/100)
Energia (EP):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Alicia Watts Schratter em Sab 11 Ago 2018 - 23:42

— You thrill me, you delight me
You please me, you excite me


 

“Alicia”

A morena estava saindo deixando o chalé de Hécate quando foi chamada, a voz não era conhecida, mas quando virou para ver quem era e deparou-se com uma loira. O sorriso dela era bonito quanto o de November. Os olhos e a pele clara faziam-na lembrar do outro, seria a jovem a sua frente uma Daskov?

Segurou o vestido, não sabia lidar com vestidos de baile, chegou perto da loira e encarou-a.

- Sim?

- Meu nome é April, eu estava – ela fez uma pausa e riu abafadamente – estava observando sua relação com November.

- Estava? – encarou ela com as sobrancelhas arqueadas demonstrando a surpresa.

- Ele é meu irmão – ela justificou-se rapidamente – Embora ele não saiba disso, não tenho coragem de aproximar-me dele, mas queria saber como está, como vai a vida, se é feliz – ela realmente parecia preocupada.

- Ah, você realmente me lembra um pouco ele – comentou tentando acalma-la – Acho que ele está feliz, eu estava agora mesmo saindo para ir encontra-lo no baile de Isabelle. Você não vai?

- Não, ele pode estar desconfiando de mim, passo muito tempo seguindo vocês, aquele dia que você viajou, aquele outro dia que ele deu uma saída, talvez ele tenha me notado.

Alicia encarou-a, não lembrava-se de ter viajado nos últimos dias, mas deixou aquilo de lado, vai ver ela se referia a um tempo maior do que o que a Sacerdotisa estava considerando.

- Uma pena, você deveria se aproximar, ele é um ótimo rapaz, vocês dariam uma bela dupla de irmãos – sorriu imaginando os dois juntos – Pense nisso, eu posso apresenta-los um dia desses.

- Eu vou considerar, não quero atrapalhar o encontro de vocês, só precisava saber como ele está. Obrigado.

- Imagina, sempre que precisar pode vir falar comigo.

A loira sorriu e foi se afastando, a morena fez o mesmo, havia avisado que iria se atrasar, mas já tinha passado do limite de seu atraso. Adentrou o salão e foi direto para a mesa de doces, tinha um pressentimento de que seria o primeiro local que November iria. Um casal dava um show na pista de dança, eles cantavam e dançavam, mas não deu a eles muita atenção, assistir aquilo só a faria lamentar. November não gostava de dançar.


— dress&mask
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
165/175  (165/175)
Energia (EP):
165/175  (165/175)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Kristhyne B. Meagher em Dom 12 Ago 2018 - 1:15



You said everyone you know one day will surely die But everything that dies in some way returns

- Ah, droga! - Gritei enquanto levantava da cama, assustada pelo horário. Estava em um dos vários quartos que a Isabelle, aniversariante, tinha em seu recinto. O motivo de eu estar ali? Oras, eu só fui ajudar ela com a decoração, e também fazer uma certa surpresa a uma certa Emily, o grande amor de minha vida. Seria hoje que eu teria colhões para lhe contar tudo que eu queria contar.

Mas não podia fazer isso atrasada. Bom, bem em cima da hora do aniversário e eu estava ainda de roupas comum. Para a minha sorte, o meu vestido estava pendurado em um cabide ali perto, junto com a máscara que ia usar. Certamente, eu odiava a máscara pelo simples fato de eu ser uma doida varrida e ficar achando que estaria em uma missão louca. Eu sou doida, está bem? Não mais do que a querida e grande amiga, Brianna Wernick Dellannoy.

Eu tinha uma relação de amor e ódio por ela, que estava sumida de novo. Parece a mulher invisível, ama sumir... Mas ok, tudo bem. Caminhei na direção do banheiro já tirando minhas roupas. Antes de entrar no banheiro, olhei pela noite na janela e murmurei:

- Hoje você não vai mais me ferir, Asteris sua vagabunda.

----------------------------------------

Depois de mais de horas se arrumando, finalmente eu estava pronta. O vestido já estava em meu corpo, e a única coisa que eu precisava era de coragem. Coragem para ir lá embaixo, encontrar minha amada e lhe dizer algumas palavras. “Kris, você enfrenta a fúria da Brianna, não vai deixar isso te afetar.” Pensei enquanto me encarava diante do espelho. Eu era linda, claro, mas estava insegura. Honestamente, não se é todo dia que isso acontece, não é mesmo?

Quando eu estava prestes a sair, vi de longe a silhueta de Emily descendo as escadas. Ótimo, agora eu precisaria ser discreta, o que era muito difícil com aquela droga de salto. Ah Isa, se não fosse seu aniversário eu estaria descalça ou com um belíssimo tênis ou bota. Mas vida que segue. Respirei fundo novamente, e caminhei lentamente pelos corredores até começar a descer as escadas, agradecendo por ela estar bem longe ainda.

Assim que cheguei ao salão, notei como estava com muitas pessoas. Ótimo, isso era muito bom. Meus passos eram devagar, até porque estava tentando me acostumar, e muito, com os saltos. Era estranho, sabe? Eu nunca fui de usar esse tipo de vestimenta.

Cumprimentei alguns rostos conhecidos, e um em especial me fez falta. Por onde estaria Brianna? Tayllor eu sabia que não iria aparecer. A mesma está cuidando de sua namorada. O amor é lindo né? Não é mais lindo do que eu. Mas brincadeiras a parte, olhei em volta e encontrei uma mulher morena. A cor do vestido era bem parecido com o que Emily estava usando, mas para manter o mistério que envolvia as máscaras, decidi não criar nenhum alarde ou algo do tipo. Seria indelicado, né? Andei devagar na direção dela e deixei uma sutil frase sair de meus lábios: - Olha só, o que uma festa legal faz em uma mulher linda e maravilhosa como você? Posso te fazer companhia?

Roupa
Máscara



I'm nobody. I am a creature cast in the cursed world to wander seeking your death. And believe me, if I started killing now, none of you would be left.

avatar

Filhos de Thanatos
Filhos de Thanatos


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
120/120  (120/120)
Energia (EP):
120/120  (120/120)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 12 Ago 2018 - 15:09

My my, how can I resist you?
A cama estava intacta, nenhum amassado, Isabelle estava sentada na poltrona, olhando pela janela o sol nascer, mais uma noite que não havia conseguido dormir. Ficava relembrando dos horríveis momentos que passou, o desespero, a raiva, o ódio e a solidão. Não se arrependia de ter ido, apenas queria que as coisas fossem mais fáceis, mas no fundo sabia que nunca iriam ser.

Desceu as escadas enquanto amarrava o roupão, James estava na sala lendo o jornal, Isa passou silenciosamente pelo homem, não queria dar trabalho para ele. Na verdade, estava esperando o momento certo para falar que ele tinha que se aposentar. James servia as Duchanne faziam mais de 30 anos, embora fosse um mortal que via através da névoa, já estava velho, não tinha mais condições de se envolver nos assuntos do mundo mitológico.

O salão já estava pronto, vazio, apenas esperando pela noite e os convidados que chegariam com ela. A mênade foi até os instrumentos musicais, estavam ali para a orquestra e o DJ, percorreu com os dedos as teclas do piano. O som era um dos mais agradáveis, sentou-se no banco e tentou lembrar-se das notas da música que, segundo Dems, era a favorita de Joanne.

- I was cheated by you, since you know when, so I made up my mind, it must come to an end. Look at me now, will I ever learn? – fez uma pequena pausa, conseguia finalmente entender o porquê daquela música – I don’t know how but i suddenly lose control, there’s a fire within my soul... Just one look and I can hear a bell ring, one more look and I forget everything, ooh – olhou para as teclas, estava considerando cancelar aquele baile, encarou Kristhyne que havia entrado no salão – Hey Kris, veio conferir se não esquecemos de nada?

- Na verdade, vim pedir ajuda, quero fazer uma surpresa para sua prima.

A mênade olhou animada, será que finalmente Kris iria pedir Emily em casamento?

...

Fechou a porta do closet, sentou-se na poltrona e olhou para o reflexo no espelho, não envelhecia, continuava com aquela pele perfeita, mas os olhos eram os de quem já havia visto muita coisa. Uma hora iria ceder, deixar que a morte finalmente a alcançasse, mas isso iria demorar mais alguns anos, Isabelle ainda não tinha vivido tudo o que queria.

Retirou com calma os apliques do cabelo, deixou-os na penteadeira, tirou os pés das pantufas e colocou-os no chão, sentindo a textura do tapete. Abriu o roupão e deixou que ele caísse sozinho, olhou para o reflexo mais uma vez, como se fosse uma outra pessoa.

“Você não vai cancelar essa festa, vai ir até lá, comemorar mais um aniversário com os seus convidados, mesmo que eles tenham vindo só pela comida de graça”

Riu abafadamente, ela também iria só pela comida. Levantou-se e foi até o banheiro, precisava tomar um longo banho naquela banheira.

...

É claro que Hylla tinha sido a primeira a chegar ali, deslumbrante ela veio em direção a Isabelle que, logo identificou o movimento da outra. Sentia como se fosse desabar e Hylla nem ao menos tinha entregado o presente, mas assim que o fez a morena encheu os olhos de lágrimas. Não sabia o que fazer com a loira, no ano passado fora uma limousine, nesse ano era um colar que continha os dois irmãos de Isabelle.

- Obrigado – agradeceu tentando não chorar, abraçou Hylla por um rápido momento, não conseguiu falar mais nada, não tinha palavras suficientes para agradece-la por aquele presente.

Mais um convidado chegava, Isa limpou as lágrimas rapidamente, não conhecia o semideus, mas tinha certeza que ele era novo por ali. Agradeceu pelo presente e assim que ele se afastou começou a se perguntar se estava enxergando bem, aquilo era um diamante?

Observou Poseidon chegar, ainda estava tentando entender como ele e Hylla tinham acabado juntos, mas estava feliz pela melhor amiga. E pensando em melhor amiga, lá estava ela. A loira mais gostosa do bairro, rainha do ensino médio, Helena. Isa havia mandado o convite, mas não esperava que ela fosse comparecer, não se falavam fazia tanto tempo. A filha de Poseidon fazia uma falta enorme na vida da morena, porém ela não iria se aproximar, deixaria que Helena tomasse o primeiro passo.

- Bran – sorriu ao enxergar o irmão de Ivy – Você também está muito bem conservado.

Agradeceu pelo presente e olhou para o salão, Ramonna havia chegado e estava com o... Namorado?
Isa pegou uma taça de vinho, foi até a mesa de doces e pegou uma minhoca ácida, aquilo era quase melhor que a bebida. Sentiu um aperto no coração, derrubou uma das balas no chão, mas encarou de novo para ter certeza, era ele, Elijah estava ali.

Primeira coisa que ela fez foi procurar uma saída, estava perto demais da entrada, se fosse por ali ele com certeza iria vê-la. Sussurrou alguns palavrões e olhou para a mesa, teve a infeliz ideia de ir para de baixo da mesa. A toalha cobria tudo, mas Isabelle deu um jeito de encontrar uma brecha por onde pudesse enxergar Elijah.

O irmão de Zoey parecia estar procurando algo ou alguém, Isa esperava que não fosse ela, mas ao mesmo tempo esperava que fosse. Não conseguia se decidir. Ficou ali em baixo por duas músicas, uma delas havia sido cantada por alguns convidados, o que deixou-a curiosa, queria ter assistido. Haviam causado vários gritinhos da plateia.

Enxergou um vestido marfim passar ao lado da mesa e sem querer acertou a dona dele, que abaixou-se e encarou Isabelle. Graças aos deuses, era Alicia.

- O que você está fazendo aí em baixo? – a prole de Hécate riu.

- Eu precisei, bem, me esconder, como estou? – perguntou preocupada, talvez tivesse borrado a maquiagem quando chorara, talvez tivesse sujado e amassado o vestido.

- Isa, você está deslumbrante, mas ninguém vai conseguir ver o quão maravilhosa você é se ficar de baixo da mesa.

- Você está certa – respirou fundo – Está vendo aquele moreno sexy que parece a Zoey? Cuida pra ele não me ver saindo daqui.  

A mênade saiu e levantou-se dando leves batidinhas no vestido, para arruma-lo, encarou Alicia que estava louca para rir.

- Você está fugindo do Elijah – riu disfarçadamente – Você, Isabelle Duchanne, está se escondendo daquele semideus, não me diga que... Ah, eu entendi.

- É, agora vamos fingir que nada ocorreu – a mênade falou envergonhada – Eu vou até ele, certeza de que estou deslumbrante?

- Sim.

- Okay, lá vou eu.

Engoliu todo o vinho que havia na taça e pegou outra no caminho. Tentou manter a calma, a confiança e é claro, a sanidade. O último tinha ido parar na parede e sido chamado de lagartixa. Nada muito preocupante, Isabelle estava melhor, havia se tratado, não iria jogar Elijah na parede. Pelo menos ela esperava que não.

Quando estava a alguns passos de distância o semideus notou-a. Agora era tarde demais para Isa fugir. Não conseguira evitar o sorriso bobo que se formou em seus lábios, Elijah estava maravilhoso naquela roupa, se tivesse intimidade suficiente ela certamente teria cantado ele.

- Elijah, que bom que veio – depositou um beijo na bochecha dele – Faz um tempo desde a última vez que nos vimos, como tem andado?



ross.
avatar

Filhos de Ares
Filhos de Ares


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
355/480  (355/480)
Energia (EP):
345/480  (345/480)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Ramonna Völker Rothschild em Qui 23 Ago 2018 - 7:52

Dance, dear
R
amonna sentira a pele arrepiar em reflexo ao olhar que o filho de Phobos vinha a lhe dar. Tal situação apenas havia sido criada por conta da brincadeira de jovem, mas que fora levada a sério por Kael.

Simplesmente não tinha palavras para retrucar ao comentário do rapaz. Ela sorriu sentindo as bochechas corarem mais do que deviam enquanto tomava mais um longo gole de sua taça deixando a mesma de lado ao tomá-la por inteira.

—  Mas veja só se esse filho de Phobos não é um grande galanteador afinal — Ramonna sorriu pra ele antes de se colocar frente a frente com o mesmo aproximando seus lábios de sua orelha direita — Talvez ao final dessa noite, você não passe a conhecer esse sabor.

A cria de Hécate riu baixo voltando a se colocar ao lado do rapaz. Seus olhos observavam o mesmo tentando encontrar qualquer indício de timidez.






Ramonna
filha de Hécate, futura (q) líder de chalé
avatar

Filhos de Hécate
Filhos de Hécate


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
95/120  (95/120)
Energia (EP):
85/120  (85/120)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Elijah B. Montgomery em Qui 23 Ago 2018 - 14:37

Querida, não se esconda

e não fuja de mim

Elijah observava as pessoas atento, vez ou outra se distraía com a decoração ou com algum garçom que insistia em lhe oferecer uma nova taça de vinho. Começava a se questionar se a intenção de Isabelle para com aquela festa seria embriagar todos seus convidados para alguma finalidade… Bom, provavelmente aquela seria mais uma paranóia aleatória que lhe surgira na mente.

Aos poucos, a cria de Apolo ficava inquieta, queria saber onde de fato a aniversariante estava, afinal, ela deveria roubar a atenção de todos e não o casal de semideuses que acreditavam estar em um “musical” onde dançavam e cantavam uma música qualquer que Elijah não conhecia (mentira q) e honestamente não havia lhe agradado nas vozes dos desconhecidos.


Elijah estava pronta para desistir da ideia de ter aparecido e dar meia volta para o castelo até que finalmente se deparou com a amada. Isabelle estava linda, a máscara era só um detalhe pequeno perto daquela mulher maravilhosa que caminhava até ele. Seu coração batia em um ritmo diferente, ele já não conseguia controlá-lo quando a mesma lhe dera um beijinho no rosto, porém, se esforçava para manter se neutro por fora.

— Eu não poderia perder… Zoey não me perdoaria por uma desfeita dessas — O semideus sorriu lhe dando um abraço mais apertado do que planejara em sua cabeça. Ele conseguia sentir o perfume viciante que exalava de Isa — Eu estou melhorando, buscando respostas e me adaptando, mas e você? É seu grande dia, todos estão aqui por você, como se sente?

“Sim, eu estou aqui por você…”





Elijah Montgomery
Quando tudo for escuridão, eu serei sua luz.
©️ HARDROCK
avatar

Astrólogos de Asteris
Astrólogos de Asteris


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
250/250  (250/250)
Energia (EP):
250/250  (250/250)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Aleksander S. Kierkegaard em Sex 24 Ago 2018 - 3:37

but i won't feel blue
Logo que recebeu o convite da srta. Duchanne, Kierkegaard pôs-se a pensar em providenciar as melhores entre suas roupas para a ocasião. Eventualmente, desistiu e conformou-se (ou ao menos assim pensou) em não se cobrar tanto, do contrário estragaria tudo com suas expectativas, sempre presas ao seu teto de vidro.

Não podia deixar de esquecer que havia sido a própria aniversariante que servira de cupido para o costarricense e seu namorado. E, ainda que enfática com sua cortesia, Aleksander fazia questão de entregar-lhe algo especial, tal como original, afinal, usualmente é complicado presentear multigazilionárias.

Brincadeiras a parte, Sørensen havia deixado os preparativos ao lado de sua cama na noite anterior, visto a iminência de cair no sono de madrugada e só acordar depois do meio-dia, nada de diferente. Em um devaneio ligeiro, sua mente não lhe permitiu recordar precisamente quais foram suas últimas ações antes de despencar, derrocando na visão que teve ao acordar: face amassada no colchão, a babar sobre o próprio travesseiro, com a luz tímida cortando a cortina fina de cetim da janela acima de si.

"Deus salve essa cachorrinha..."

Cada movimento estalava um osso ou articulação que nem o próprio imaginava existir. A posição não fora das mais favoráveis, deixando sua musculatura um pouco tesa. Entretanto, ao dar-se conta do horário marcado no relógio ao lado de sua cabeceira da cama, engoliu seco, palpitando e vendo-se obrigado a estirar o corpo depressa, não da maneira mais adequada, caso não quisesse se atrasar para o baile de sua amiga.

"Não sei ao certo o que aconteceu... Mas acho que vou culpar Sebastian". — Brincou, sorrindo e caminhando com as costas doendo, descompassado. Alguém teria que assumir os erros dele, não?

[...]

"Imagino que não tenha esquecido nada." — Aproximou o indicador de sua boca, lateralmente, pensativo e cheio de manias. "Acho que está tudo certo." — Voltou-se novamente à entrada de sua casa, com convite em mãos, tal como os embrulhos e terno metodicamente alinhado. De onde estava, já podia ouvir a música alta e algumas vozes conhecidas. "Não vou ser eu que vou cuidar dessa gente toda se caírem no chão... Acho".

Com a coragem tomada, adentrou  na resistência dos Duchanne, surpreendendo-se como se já não estivesse familiarizado com o bom gosto da família. O ambiente era de lhe cegar com tanto brilho, num sentido positivo. Daria seu melhor para se comportar, ao menos até a metade do baile. A ansiedade que o acometera até então fora o suficiente para fazê-lo esquecer da comida. Ah, Isabelle, sempre o ganhando pelo estômago.
Posicionou sua máscara, em suspiro, ao observar os demais:

"Parabéns, Aleksander. Vai ter que conversar com suas duas caras agora."

"Será que todo mundo já está aqui? Estou um pouco envergonhado..." — Disse a si mesmo, silencioso. Certo! Era momento de caça ao tesouro: As Duchanne, Violett, Hylla, o namorado ou mesmo Kyros para devolvê-lo um soco, quem surgisse primeiro. "Here we go again..."

Presente ★:
★ I wuv u/Cãozinho de pelúcia [Cãozinho de pelúcia mediano da raça Corgi, que, apertada a barriga, diz "I love you". Abocanha um coração do mesmo material, com o nome da semideusa. Junto ao mesmo, na caixa de presentes anexa, um cartãozinho escrito a punho por Aleksander em parabenização à sua Não-quinceañera.
Off: Si fueris Romae, Romano vivito more; Nenhum semideus será ferido e amo-vos sz (É tudo brincadeira, Kyros s2).
Wearing thisn' also this
Perdão pelo vacilo
[...] Cause somewhere in the crowd there's you



Aleksander Sørensen Kierkegaard
YOU NEVER TOLD ME WHAT IT WAS THAT MADE YOU STRONG AND WHAT IT WAS THAT MADE YOU WEAK
Sailor Moon:
avatar

Feiticeiros de Circe
Feiticeiros de Circe


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
25/175  (25/175)
Energia (EP):
20/175  (20/175)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Hylla K. Werstonem em Sex 24 Ago 2018 - 17:36

masquerade
As nuances douradas dos cabelos longevos, abstraídas da halo alaranjada das lâmpadas e dos lustres cristalinos, brilhavam como trilhas de ouro. Deixara o noivo no exíguo escritório, retornando somente então ao ambiente inicial pelo acesso do corredor anexo a esse, impondo a vista lívida de um azul de gelo eterno pelas silhuetas formais dos convidados — soltara o folgo ligeiro pelos lábios entreabertos, de um rosé matte idolatrado pelo homem que a amava. Ajeitou a vestimenta obscura no corpo voluptuoso, realocando a máscara ornamentada com uma delicada ametista.

Somente então, a vibração chegou-lhe feito uma aurora; o ímpeto pungente de poder externo. Causou-lhe arrepios tímidos nos braços, ao eixo em que direcionava as íris felinas ao âmbito sumário. Conheço-o. Restara o vaguear tranquilo que obteve entre os demais, desviando-se dos orgânicos ao passo que sua própria volatilidade mágica fluía, os olhos felinos buscando um outro alguém em uma ansiedade concisa.

Não somos tão diferentes, ela refletiu quando o magnetismo fê-la colocar a visão sobre o conviva que chegara há pouco, misterioso, em uma solidão primal. Removera a apatia espectral dos traços dinamarqueses, demovendo o lúgubre olhar ao moreno mais alto. Alcançou-o como uma sombra, a saia quase tomando o chão de mármore conforme o andar deleitoso, apropriando a voz doce como um banho de camélias:

Aleksander.

Por conseguinte, mirava-o diretamente no interior das íris abismais, no entrave enfeitiçado da conexão de duas pessoas cujos corpos estavam injetados em mágica. Fizera um riso fraco estender-se entre as mais nítidas notas musicais.

Acompanhava o seu progresso desde aquele infortúnio, no qual me assassinou. — relembrou com um suspiro a progredir na atmosfera, gélido, tal qual aqueles olhos marcantes de um azul total. Afastou uma única melena perfumada da face, colocando-a atrás da orelha. Fora uma experiência interessante, mas não era o momento de relembrá-la. — Agora, sinto-me na responsabilidade de parabenizá-lo por sua desenvoltura quanto ao seu próprio desenvolvimento. Deixemos as formalidades de lado; acompanhe-me. — puxou-o pelo braço musculoso.

Emanava uma paz mórbida, condizente às crianças da Boa Morte. Entendera porquê o rapaz mais mimado do acampamento se encantara por seu primo: Aleksander atrelava a sua imagem à complacência da própria mãe, tornando-se uma companhia extremamente agradável e, de certo prisma, revitalizante. Fato este, somado ao corpo bonito e ao rosto de traços áureos, deixavam-no em perfeita sintonia com Sebastian.

Percebo que nós, descendentes da esfera do poder do Submundo, estamos coligados à magia também. Isso eleva nosso patamar, primo. — dissera, num entusiasmo quase perdido nas dobras das sílabas proferidas pela europeia. Fizera-se encantadora, tocando suavemente a mão do parente como se o mantivesse naquele plano; real e inescapável. — Eu o quero como meu aprendiz, Aleksander. Veja bem, há benefícios de ambos os lados e, de certo, me identifiquei com você.

Sumira aquele tom ofídico na fala, sendo substituído pelo lado pessoal da locutora. Isso comprovava que seus dizeres eram verídicos: tê-lo consigo seria uma experiência totalmente nova para Hylla — e julgava que seria igualmente proveitosa ao Kierkegaard.

Gosto do seu poder, da sua natureza. — emendou, ajeitando delicadamente os cabelos dourados que quedavam-se, libertos, pelos ombros. — Isso me faz querê-lo como meu braço direito, meu aprendiz, meu pupilo. O que me diz?



Presente:

† With You/Colar [associação de uma fina corrente de ouro com um pingente de ametista celestial, tão forte que beira a cor preta. É pontilhada com brilhos particulares, fazendo parecer que é um pedaço roubado do cosmos. Todavia, sua única capacidade, além da beleza extrema, é de comportar as almas dos falecidos irmãos de Isabelle: Dems e Mike. Pode conversar com eles, ouvi-los e vê-los. Presente de aniversário de Hylla]

+ tagisabelle's bday q
+ notes máscaras e vestidos, pessoas bonitas e aquele mistério no ar. Quem não gosta disso? Eu, particularmente, adoro.
BY MITZI


• you say witch like
it's a bad thing •
avatar

Feiticeiros de Circe
Feiticeiros de Circe


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
660/660  (660/660)
Energia (EP):
660/660  (660/660)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Sex 24 Ago 2018 - 20:31

My my, how can I resist you?
Seria muito injusto se ela usasse seus poderes em Elijah?

Não que ela fosse abusar daquilo, mas queria saber o que se passava na cabeça dele, queria saber se pensava nela como ela pensava nele. Ao contrário da irmã, Elijah era muito bom em esconder suas emoções. Bom demais. Cada movimento do filho de Apolo fazia Isabelle questionar se era uma indireta, se era um sinal, ou se estava ficando paranoica. A última era a mais provável.

Teve de contar mentalmente até quatro quando ele abraçou-a, se passasse de quatro segundos não seria um abraço normal, ela queria que passasse de quatro. Elijah não tinha mandado nenhuma indireta, nem deixado algo no ar, a morena já estava perdendo as esperanças.

Em relação a festa estou feliz, é sempre bom reencontrar v... Velhos amigos – sorriu olhando para os convidados enquanto processava as palavras do semideus. Engasgou-se com o vinho e respirou fundo, lá estava a deixa que Isabelle esperava –  Mas estou nervosa, muito, você não está? Quero dizer, nervoso, ou não, porque você estaria nervoso, não é mesmo? Quem tem que estar nervosa aqui sou eu, mas não é com a festa, já me acostumei com festas, devo estar nervosa com a sua presença, ou talvez a presença de Poseidon, é assustador ter a presença de dois deuses na minha festa. Não que sejam assustadores, mas olha isso, é muita beleza, Hyll e Zoey que me perdoem – tomou um longo gole de vinho quando parou de falar desesperada e rapidamente, sentiu as bochechas arderem quando se deu por conta do que fizera – Desculpe, eu falo demais quando estou nervosa. Acho que preciso de ar.



ross.
avatar

Filhos de Ares
Filhos de Ares


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
355/480  (355/480)
Energia (EP):
345/480  (345/480)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Emily Duchanne em Sex 24 Ago 2018 - 21:19

Waterloo
I was defeated, you won the war

Uma, duas, três, quatro taças de vinho e nada de Kristhynes, a vida de Emily se resumia a perguntar para si mesma onde estava a namorada. Estavam perdendo o título de melhor casal para uma dupla que dançava e cantava, eles roubaram toda a atenção da festa, a prole de Dionísio teve que assistir aquilo. Depois de alguns segundos ela deu-se por conta que era Alicia e um outro semideus. Ela não sossegava, na noite anterior era November e nessa era... Daniel, o irmão de November. Um desastre.

Desviou o olhar até jovem sensacional que entrava no salão, para sua surpresa Elijah estava ali. Levantou-se procurando por Isabelle, que estava saindo da mesa de doces, junto com... Alicia? Não, Alicia estava na pista de dança, aquela devia ser outra campista.

Os fios loiros de Kris chamaram a atenção de Emily, que identificou-a de longe. Fingiu não ter notado que ela se aproximava, talvez a namorada fosse tentar uma de suas cantadas épicas, Emily queria, pelo menos, fingir que não estava esperando por aquilo.

- Obrigada, sou maravilhosa mesmo, também sou comprometida – sorriu maliciosamente – Mas acho que ela não vai se importar – a morena segurou a cintura da loira com a direita, a esquerda foi até a nuca, puxou-a para perto antes de beija-la.



Waterloo
Promise to love you for ever more







TAKE

ME
avatar

Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
130/140  (130/140)
Energia (EP):
130/140  (130/140)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Henry P. Friedrich em Sex 24 Ago 2018 - 22:03




Voulez-vous  

Take it now or leave it


Henry abriu o navegador e digitou:

“O que fazer com seu namorado em um baile de máscaras?”


Vários resultados de como planejar um baile, famosos em um baile, mas nada do que ele deveria fazer em um baile de máscaras com Dorian. Dançar talvez fosse uma opção, mas não tinha ideia de como fazer aquilo e Aileen não estava ali para ensina-lo e não poderia pedir para Isabelle, ela já tinha que se preocupar com os preparativos do baile. Poderia ficar junto a mesa de doces, esperando por Dorian, assim que ele chegasse os dois poderiam comer... Os doces.

Henry estava surtando, atirou-se no sofá e colocou as mãos no rosto, não sabia o que fazer naquele baile, não sabia o que vestir e não sabia como evitar de pensar em Dorian nu. É, como se não bastassem os problemas diários, agora tinha momentos em que se pegava pensando nele e Dorian, em uma cama, lençóis de seda e álcool. Henry estava se perguntando se havia sido substituído, aquilo não era algo que ele faria.

Pretendia ficar um tempo longe de Dorian para ver se aquilo passava, mas não poderia deixar de comparecer na festa de Isabelle, nem de levar o namorado junto. Rezava para não extrapolar os limites, ou deixar Dorian em uma situação constrangedora, duas coisas em que Henry era expert.

Ele vestiu o terno cheio de botões, os botões eram estratégicos. Quanto mais botões, mais difícil seria para o moreno tirar a roupa, ou seja, mais preguiça Henry teria na hora de considerar levar Dorian para um dos quartos de hóspedes. Antes de embarcar colocou a máscara e o chapéu, não queria ser o único no barco que estava com a roupa incompleta.

...

Apoiou-se na parede perto da mesa de doces, não iria chamar atenção e ainda poderia pegar doces a vontade. Só desejava que Dorian chegasse logo, assim poderia fazer o que queria com ele, ou seja, conversar, beber e comer.





avatar

Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
110/135  (110/135)
Energia (EP):
112/135  (112/135)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Zoey Montgomery em Sex 24 Ago 2018 - 23:15


PARTY



Feliz Aniversário, Isinha <3



Zoey se olhou no espelho pela milionésima vez, afinal queria ter certeza de que estaria tudo em seu devido lugar antes de ir para a festa de Isabelle. O vestido lilás com cristais Swarovski caía perfeitamente no corpo magro, sendo ele longo atrás e curto na frente, os fios loiros estavam para a lateral, uma trança passando pela cabeça como se fosse uma tiara. Uma meia calça branca, um sapatinho fofo e um casaco de pele sintética - afinal ela era contra o uso de pele verdadeira - finalizavam o look da feiticeira.

— Como eu estou, Adam? — perguntou ao noivo, escutando sua resposta e abrindo um sorriso, vendo-o se aproximar e acariciar sua bochecha antes de lhe dar um beijo apaixonado. — Você está lindo. — disse após observá-lo por alguns instantes. Segurou a máscara que ele lhe estendeu e colocou-a no rosto, amarrando de maneira firme, e depois abraçou o braço do herdeiro Phantomhive, sorrindo como uma grande bobona.

Ela não sabia que poderia ser feliz de novo depois de tudo que lhe aconteceu, mas agora tinha alguém que a amava e que ela amava de volta e até mesmo ganhara uma filha adotiva! Ruby era uma boa criança, e protegeria a garota de qualquer pessoa que lhe desejasse mal. Elijah estava vivo e bem. Sua família estava bem. Sorriu novamente, de maneira discreta, e então começou a cantar, vendo a porta da Arca se abrir, adentrando na mesma junto a Adam.

As casinhas que ali existiam remetiam a ela lembranças que gostaria de esquecer, mas era daquilo que a jovem garota era feita. Seu olho esquerdo brilhou levemente em dourado, e logo ela pode ouvir a voz de Neah em sua mente, enquanto o ecoar de seu salto era captado pelos seus ouvidos. Ninguém morava naquele lugar, afinal era seu, onde podia relaxar e se sentir em paz por pelo menos algumas horas.

Apertou-se mais à Adam e abriu um sorriso pequeno.

— O que achou desse lugar? — perguntou, indicando as construções baixas mas muito bonitas. Apontou para a torre central e encarou o garoto seriamente. — Aquela ali é a minha Torre. É onde fica o piano que move esse lugar. Somente você, eu e os Noah sabem disso. Mas essa é a minha Arca. — enfatizou a palavra "minha", como se o Conde ou qualquer Noah pudesse tirar aquilo dela a qualquer momento. — Nenhum deles pode entrar aqui, então é o local mais seguro do universo. — cantarolou, finalizando com uma risadinha. — Podemos ir para qualquer lugar do mundo se a usarmos. Qualquer mesmo.

Zoey já era acostumada a andar pela Arca, e já havia decorado a grande maioria das portas, assim como havia colado etiquetas em grande parte delas, e para onde davam, por isso não tinha problemas com sua localização, e também não deixaria Adam se perder ali. Não deixaria que nada de ruim acontecesse com ele em lugar nenhum.

— Aqui. — apontou para uma porta azul, assim como as demais, com uma folha de papel preta escrito "Isabelle" em prata. — Vou te apresentar para minha estimada amiga e aprendiz. — e, após dizer aquilo, abriu a porta e, quando saíram, estavam nas portas do castelo da filha de Ares. A arcana verificou a caixa de veludo negro do presente, que tinha o tamanho de um porta retrato.

Como se superar depois da ilha que dera no ano passado? Bem, aquilo ali poderia vir a ser útil algum dia.

Ainda de braços dados com Adam, eles caminharam para dentro após serem recepcionados e foram diretamente para o salão de festas. Zoey estiveram ali algumas vezes, mas estava impressionada com a festança da amiga - mênades realmente sabem como dar uma boa festa.

Correu os olhos pelo salão e então sorriu ao ver Isa conversando com Elijah, suavizando o olhar ternamente: eles combinavam, e ficavam muito fofos juntos. Mas, mesmo assim, conduziu o noivo para perto dela e do irmão, abrindo um sorriso ainda maior.

— Sinto cheiro de romance. Se não for para eu ser madrinha, nem apareço no casamento. — a loira se pronunciou com uma piada, chamando a atenção dos dois. Depois que Isa virou-se para si, a feiticeira soltou o braço de Adam e abraçou a filha de Ares. — Feliz aniversário, Isinha. Que os deuses te abençoem. — falou em sinceridade.

Isa era uma das poucas pessoas com quem realmente se importava.

— Quero te apresentar Adam, meu noivo. — sorriu, deixando que Adam se apresentasse da melhor maneira e, quando acaram os cumprimentos, ela estendeu a caixa. — Espero que goste. Não sabia como se superar depois do ano passado. — riu graciosamente, esperando que a amiga abrisse e desejando mais do que tudo ver a reação dela, afinal conseguir aquilo exigiu muito da parte diplomática de Montgomery. — É somente uma coisa boba, meio simbólica, mas você pode fazer o que quiser com isso.

Vestido e Máscara:
Presente:
Um documento oficial da Nasa, com carimbo e tudo mais. No papel, há os seguintes dizeres:

"Para Isabelle Duchanne

Washington, Agosto de 2018

Aqui confirmo que a citada acima, Isabelle Duchanne, possui para si 2/4 das terras do Planeta Marte, para usar a seu bel prazer. E, junto a isso, a já citada poderá fazer visitas quando quiser para a NASA.

Charles Bolden JR., Administrador da NASA




The thing about light is... it never really dies.
avatar

Feiticeiros de Circe
Feiticeiros de Circe


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
745/825  (745/825)
Energia (EP):
695/825  (695/825)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Dorian Blenöger em Seg 27 Ago 2018 - 9:46




home
all 4 you
Alocava um respiro nos lábios vermelhos, no instante que adentrava o âmbito pelas portas altaneiras escancaradas, valendo-se da primeira taça de vinho branco disposta em uma bandeja de prata, que lhe fora servido por um garçom mascarado. Moldava um olhar lívido, azul como as profundezas marinhas, percorrendo-as pelo salão ornamentado em um luxo bem abastado; o meneio do filho de Netuno ocorrera a um efêmero movimento, com um passo adiante.

Dor pungente.

Um delicado toque no fundo de sua mente o fizera piscar algumas vezes, vagueando entre os convivas. A mão livre já não detinha-se à exclusividade do bolso da calça social; alisava a barba obscura como filetes sombrios, mantendo-a perfeita rente ao rosto de traços suaves, conforme ingeria um gole da bebida dourada.

Doce.

Vira-o, entretanto, próximo a uma mesa repleta de iguarias e, mesmo vendo-o de rosto parcialmente oculto pela máscara, reconhecera com um sorriso secreto os adornos faciais do amado. Tão logo alcançava-o, passando o braço musculoso pela cintura do moreno, iniciando um beijo macio na curva do pescoço do menor.

— Schön. — “formoso”, elogiou em sua língua materna. Gostava em demasia do cheiro emanado pelo namorado, juntamente à temperatura elevada de sua pele; que deslocava na atmosfera um calor brando e agradável, criando no mais alto um sentimento de acolhimento. — Esse terno lhe caiu tão bem, estou encantado.

Lentamente, descera a mão para as nádegas fartas bem delineadas nas calças do outro. Com leveza, acariciou-as discretamente, fazendo um sorriso brincar em seus lábios com aquela provocação. — Meu pai está aqui, presumo. — murmurou, delimitando os olhos unicamente à visão castanha de Henry.

— Quero apresentá-los. — determinou, segurando a mão do namorado, entrelaçando os dedos com o mesmo. — Ich liebe dich.

“Amo você”.

thanks weird from lotus graphics for this code


fucking
×
avatar

Espectros de Érebo
Espectros de Érebo


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
135/135  (135/135)
Energia (EP):
135/135  (135/135)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Kael K. Schmütz em Seg 27 Ago 2018 - 10:01



### words for tag

Sorriu ao observar a aproximação momentânea dela e pôde sentir um leve arrepio ao ouvi-la sussurrar em seu ouvido. Respondeu seu comentário com um sorriso seguido de uma pequena e curta resposta.

— Eu diria que, se seus lábios forem tão doces quanto este vinho, a noite será nossa. — Viu ela voltar a se posicionar ao seu lado e levou sua mão a dela, de forma que ficassem entrelaçadas. — Acho que estou te devendo uma dança.

Não esperou respostas. Kael não era um cara de questionar ou fazer pedidos, ele simplesmente ia lá e fazia, sem mais nem menos. Segurando a mão de Ramonna ele a levou para a pista de dança, girou-a de forma que ficassem de frente para ele e pôs a mão em sua cintura enquanto uma música um pouco lenta começava a tocar.

— O bom dos bailes de máscara é que você pode fazer o que quiser, sem ser notado. Como simplesmente entrar nas sombras. — Sorriu para ela enquanto a melodia começava a conduzi-los.
avatar

Filhos de Phobos
Filhos de Phobos


Ficha Olimpiana
Vitalidade (HP):
100/100  (100/100)
Energia (EP):
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salão de Festas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum