Fóruns Irmãos
0 de 5
Créditos
» Skin obtida de Captain Knows Best criado por Neeve, graças às contribuições e tutoriais de Hardrock, Glintz e Asistencia Foroactivo.
» Com gráficos e modificações por Hades e Zeus.
Elite
0 de 9
Comum
0 de 33
Últimos assuntos
» Flood 4.0
Hoje à(s) 0:22 por Benjamin O. Villeneuve

» Enfermaria Central
Dom 15 Out 2017 - 18:33 por Nyx

» Que Animal lembra a pessoa acima?
Dom 15 Out 2017 - 8:43 por Shawn Rutgers Delvaux

» Pedidos de Missões
Qui 12 Out 2017 - 20:07 por Poseidon

» Salada Mista
Seg 9 Out 2017 - 15:25 por Dorian Blenöger

» Pego - Namoro - Passo - Caso - Morre Diablo!
Dom 8 Out 2017 - 11:55 por Dorian Blenöger

» Bar e Salão de Festas
Qui 5 Out 2017 - 22:31 por Alicia Watts Schratter

» Templates, Sign e whatever
Sex 29 Set 2017 - 21:51 por Justine H. Beaumont

» Jogo Do Colegial
Sex 29 Set 2017 - 13:26 por Hylla K. Werstonem

» O que faria se acordasse ao lado da pessoa acima?
Qui 28 Set 2017 - 22:54 por Dzsenifer E. Maroszan


Bar e Salão de Festas

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bar e Salão de Festas

Mensagem por Dionísio em Qui 24 Abr 2014 - 16:11

Bar e Salão

Em um canto mais distante da casa, mas próximo da piscina, fica o salão de festas.
avatar
Deuses
$D :
65380

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 27 Ago 2017 - 1:59

Turn up the music
fill your cup and drink it down


23 BIRTHDAY PARTY



Mesmo que fosse imortal, Isabelle ainda comemorava os anos de vida, afinal, ela só não envelhecia fisicamente. Não estava nem um pouco afim de dar outra festa em sua mansão, e em seu apartamento não iria caber nem metade dos convidados, chamou Dionísio que autorizou o uso da Mansão do Vinhedo.

Contratou alguns garçons e barmans, o cardápio era o de sempre: salgadinhos, além do bolo. Decidiu convidar todos do acampamento, pareciam estar deprimidos com a rotina de treinos e talvez uma festinha fizesse eles se animarem. Assim que estava tudo arrumado e os mortais contratados já estavam em seus lugares a mênade foi se aprontar.

Vestiu o vestido preto simples, calçou o salto e conferiu o cabelo, que resolvera não cortar e nem prender. Subiu as escadas cantarolando Sorry Not Sorry e deparou-se com uma garota só de lingerie no closet, parecia familiar, mas Isabelle podia jurar que nunca havia visto-a e não lembrava de ter uma mênade nova.

- Hey, prazer Isabelle e você? – olhou-a melhor quando foi cumprimenta-la – Brianna! Nossa!

Detalhes:

- Festa atemporal.
- Proibido armas e mascotes.
- Deuses e semideuses são bem-vindos.
- Proibidas brigas e qualquer tipo de insulto, xingamento, caso ocorra os responsáveis serão punidos.
- A festa se passa no dia 01/09, às 21hrs na Mansão do Vinhedo.
Vestido:

With: All |notes: Birthday

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66012

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Brianna W. Dellannoy em Dom 27 Ago 2017 - 2:25

coming down


O espelho embaçado pela condensação da água quente mostrava o reflexo de um corpo feminino nu. De cabelos escuros e olhos verdes, a mênade passou a mão para revelar a aparência séria e adulta que a semideusa possuía.

Deixando de lado qualquer disfarce social que poderia ter, Brianna apareceria a todos com a sua real aparência. Poderia ser um choque para todos ver ela com aquela aparência, mas havia cansado de se esconder. Olhou mais uma vez seu corpo nu, e viu algumas cicatrizes. Eram marcas de anos de abusos que não causou danos em sua aparência, mas feriu com duas coisas nas quais levou ela a um caminho nas trevas: A psicopatia geradora de um ódio por homens, e a infertilidade. Lágrimas brotaram nas orbes verdes, porém sua dona não permitiu o choro.

Saindo do banheiro de lingerie, Brianna chegou ao closet sem nenhuma dificuldade. Cantarolava baixo Ritual da banda Ghost BC, e pensava seriamente em usar a camisa que ganhou da Zoey. Zoey era uma pessoa querida pela semideusa que não tinha tantas pessoas próximas. A aniversariante, a Ivy, James, sua namorada Aiko, Freya, Dzsenifer. Se perguntando como elas estavam, uma voz extremamente familiar a cumprimentou de início, e quando a encarou e viu a surpresa dela, não pode deixar de esconder um sorriso curto:

- Em carne e osso, e em sua forma original. - Falando de si mesma na terceira pessoa, Bri abraçou Isa, que estava completamente perfumada e arrumada: - Feliz aniversário, mon cher ami. E não se choque tanto pelo meu novo visual. Originalmente eu sou assim, morena.

Após a explicação curta sobre aquela nova imagem, a francesa secou os cabelos e conferiu direitinho seu look na frente do espelho. A calça jeans preta, as botas e a jaqueta de couro na mesma tonalidade. Teria um visual todo escuro, porém a camisa do Ghost BC estava branca com o símbolo da banda em vermelho sangue. Terminando de se arrumar, a filha de Hades olhou para a prole de Ares e abriu os braços e disse em um tom bem calmo:

- Como eu estou? E venha aqui, tome seu presente.

Caminhou até a mesa e pegou uma caixa preta: - Não sei se vai ser do seu agrado, mas eu achei a sua cara. Feliz aniversário novamente. - Disse baixo e abraçou a melhor amiga, depositando um rápido beijo em suas bochechas.

Presente
avatar
Filhos de Hades
$D :
78259

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Ephrain L. Black em Dom 27 Ago 2017 - 3:05


Por todo o Acampamento corria o boato de uma festa no cair da noite em algum lugar de vinhos ou coisa do tipo. A verdade era que até aquele momento o jovem semideus não conhecera muitas pessoas além de Kyros e alguns campistas que viu passar pelas arenas de treinamento, portanto, uma festa seria o ambiente perfeito para socializar com seus novos companheiros de armas e quem sabe voltar a ter alguma vida social.

Os olhos cinzas fixavam o espelho com perplexidade. Novas cicatrizes. A blusa azul lhe caiu bem para completar o conjunto de um jeans surrado e uma bota cano curto, ajeitou o cabelo e segurou o convite entre os dedos. Teria de descobrir onde ficava o local da festa então por precaução saiu do chalé um pouco mais cedo do que pretendia, deixando em seu rastro um leve aroma amadeirado, e engatou uma conversava com um ou dois campistas que pareciam mais velhos e arrumados para que eles lhe mostrasse o caminho. Deu certo.

A festa, embora estivesse no inicio, parecia promissora. Vários garçons passavam com bandejas das mais variadas coisas, desde petiscos agradáveis a visão e olfato até bebidas que pareciam caras demais para estarem sendo carregadas por garçons. Ephrain passou a mão em uma taça de vinho e tomou um gole longo, sentindo o paladar ser preenchido com um sabor apurado, robusto e levemente almiscarado e isso fazia seu corpo reagir de uma forma nada convencional. Abriu um botão da gola da blusa e vasculhou o salão em busca de algum rosto receptível enquanto ainda sentia o sabor aguçado do vinho na garganta e se segurava para não gritar o quanto o mesmo era bom.

Se pôs a caminhar entre os presentes no salão. Sabia que tinha ali uma comemoração mas tentava pescar das conversas alheias o motivo da festa. Conseguiu, enfim, a informação que queria após se aproximar de um casal estranho vestido todo de negro a combinar: Era aniversário da Isabelle, isso seria interessante se ele soubesse quem era Isabelle.

Roupa:
[center]
Royal Bloodline
Only live in peace who knows how to fight

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 27 Ago 2017 - 3:17

Turn up the music
fill your cup and drink it down


Rodeou Brianna umas duas vezes, estava um tanto surpresa com a aparência dela, sempre havia visto a ruiva arrumadinha do chalé de Hades, não que ela estivesse feia, mas era realmente uma surpresa para a prole de Ares. Sorriu e lembrou que tinha que terminar de se arrumar e de deixar Bria fazer o mesmo.

Enquanto ela fazia a maquiagem a outra arrumava os cabelos, acabou terminando junto com a garota de Hades.

- Você está incrível – disse sorrindo e pensando no que Aiko estava fazendo com a garota – O cabelo, pelos deuses, tudo! Onde Afrodite estava te guardando?

Abraçou-a embora odiasse abraços, pegou o presente e abriu-o, encarou Bria ainda mais surpresa.

- Você está louca? São safiras e diamantes! – ela até poderia dizer que não precisava de presente mas ficou encantada com as joias – Obrigada, eu amei!

Pediu licença e seguiu para o quarto, guardou o presente no cofre e se sentou na cama, aquilo claramente não estava nos planos de vida dela. Sempre afastava as amizades para manter todos a salvo, tinha dito que nunca iria por os pés naquele acampamento, mas todo o planejamento fora para o ralo.

Fitou a carta que recebera da mãe parabenizando-a, junto havia vindo uma foto de Isa, Dems e Mike e aquilo fora quase como uma facada bem no coração. Ela se recompôs e seguiu para o salão para recepcionar seus convidados, que ela mal conhecia. Sorriu para os vários rostos conhecidos até deparar-se com um dos novatos, resolveu ir até ele, mas não sem antes transformar o vinho dele em água, aquilo nunca iria perder a graça.

- Hey, você deve ser Ephrain – cumprimentou com um sorriso enquanto esperava que ele notasse a água – Isabelle, líder do chalé de Ares.

Poderes:

Nível 23 - Manipulação do Vinho III: Nesse estágio mais avançado do controle do vinho, o Mênade consegue deixar no máximo cinco pessoas embriagadas e aturdidas pelos efeitos do álcool. Também consegue retirar a substância do sangue, deixando o indivíduo sóbrio; consegue manipulá-lo em seus três estados líquido - sólido, líquido e gasoso.
Vestido:

With: All |notes: Birthday

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66012

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Giulia L. Matarazzo em Dom 27 Ago 2017 - 10:10

Isabelle's Party
A prole de Zeus acordou com um salto, havia se esquecido completamente do aniversário da Isa e ainda tinha que arrumar toda para o evento. Correu para o banheiro, espantando a preguiça e foi tomar um banho. Ao sair passou ainda bons minutos decidindo que roupa iria usar, afinal era o aniversário de uma amiga e não uma festinha do acampamento.

Jogou a toalha para longe, deixando seu corpo imaculado a mostra, e começou a se vestir o mais rápido que pode, quase sem perceber o barulho que já se iniciava no salão de festas da mansão. Era um vestido vermelho que ia até seus joelhos com alguns detalhes que lembravam cachos de uva. Prendeu o cabelo em um rabo de cavalo com tranças e colocou uma maquiagem leve. Saiu de seu quarto na mansão apressada e já com o presente de Isa em mãos.

O salão de festas ainda não estava tão cheio, o que queria dizer que a festa não havia começado a tanto tempo. Respirou aliviada e procurou a filha de Ares.

-Parabéns! - Gritou abraçando-a por trás, enquanto a mesma conversava com um garoto, quando a achou- Duzentos e quantos anos mesmo?- Sorriu e estendo a mão para lhe dar a pequena caixinha preta, onde havia seu presente: Um anel de ametista- Brincadeira amiga, toma seu presente, espero que goste!- Cruzou os dedos na expectativa enquanto Isa abria a caixinha- Ah, oi esse menino que não sei o nome, sou Giulia, filha de Zeus!- Falou com o garoto percebendo sua falta de educação.

Deu uma olhada em volta a procura de Mufasa, seu primo de Poseidon, mas o garoto ainda não tinha chegado. Giu não sabia ao certo o porquê de ter aceitado fazer par com o garoto, mas já que tinha aceitado faria o máximo possível para não dar em cima de ninguém, mesmo sendo extremamente difícil para a mênade.

Presente:

   




Princess of Olympus • Giulia
avatar
Filhos de Zeus
$D :
63141

Idade :
19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Mufasa Hayes Reed em Dom 27 Ago 2017 - 11:31

PROCURANDO O NEMO

p sherman 42 wallaby way sydney



Ficar responsável pelo lago de canoagem nunca incomodara a prole de Poseidon, afinal de contas, nunca possuía nada melhor para fazer. No entanto, naquele dia, ele tinha de comparecer ao aniversário de Isabelle, uma prole de Ares. Não que um aniversário de um campista aleatório fosse importante, não era. Mas Isabelle também não era uma campista aleatória.

A prole de Ares estivera com ele nos momentos mais difíceis desde que chegara ao refúgio dos semideuses, fora a primeira pessoa que o acolhera e mostrara as fronteiras, fora aquela que o apresentou a todas as demais pessoas e que, por muito tempo, fora a única capaz de perguntar como ele estava.

Mufasa não podia ignorar o aniversário dela, mesmo que os campistas estivessem se divertindo como se não houvesse amanhã no lago. Ele revirou os olhos e anunciou que tinham de sair, que já era tarde. Em seguida, arrumou todos os botes em seus devidos lugares.

***

Ao tomar banho, o garoto vestiu uma camisa vermelha e jogou uma jaqueta de couro preta por cima e jeans escuros. Pegou o presente de Isabelle que estava em sua mesinha de cabeceira e saiu do chalé 03, caminhando lentamente até onde a festa havia sido anunciada.

Embora nunca houvesse ido naquela direção antes, não fora tão difícil encontrar, já que vários campistas tomavam o mesmo rumo. O que precisou fazer foi segui-los.


O cheiro de vinho parecia mais forte ali, de uma forma muito boa. As mênades sabiam como sempre fazer uma festa perfeita, o pensamento tirou um sorriso do rosto da prole de Poseidon. A última seguidora de Dionísio que conhecera fora sua prima, Giulia, que, por acaso, fora até o lago. Lembrou-se da pergunta que ela o fizera: você gosta de festas?

Ele estava prestes a descobrir.

***

Garçons andavam para lá e para cá com bandejas de petiscos, bebidas aleatórias e gelo. Os campistas estavam espalhados por todos os lugares, talvez fosse difícil encontrar a aniversariante... Ou não. Isabelle estava parada perto do centro do salão na companhia de dois campistas: uma garota de cabelos negros e um garoto de olhos cinzentos. A garota ele reconheceu, era a prole de Zeus. Mas o garoto...

Mufasa caminhou até lá com sua sacolinha em mãos e puxou Isabelle para um abraço, mesmo sabendo que podia levar um soco na cara por tal gesto.

— Parabéns para a senhora mais velha de todo o acampamento. — Sorriu de forma divertida. — Espero que goste do presente, não sou bom com essas coisas.

Ele entregou o presente a Isabelle e virou-se para falar com os campistas que estavam com ela.

— Oi, Giu. Desculpe a demora. — Sorriu e deu de ombros, tomando a mão da moça e depositando um beijo ali. — E você, deve ser filho de Atena, certo? — Falou para o garoto ao lado da prole de Zeus. — Sem desavenças hoje. — Esticou a mão para um cumprimento. — Sou Mufasa, mas não sou o pai do Simba.

Presente:

ONDE ELE ESTÁ?



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Brandon H.Smith em Dom 27 Ago 2017 - 14:02

Happy Birthday
Andou a passos largos até a porta da mansão das Mênades, adentrando o lugar nem fazer cerimônia. Bran não sabia se queria ir ou não a festa de aniversário de Isabelle, pois não tinha intimidade com a garota e não gostava de lugar com muita gente, mas depois de um tempo decidiu ir e convidou Hylla na esperança que ela pudesse lhe divertir um pouco.

O garoto segurava uma pequena sacola, onde estava o presente de Isabelle, e vestia roupas negras (Como era de costume). Andou até o salão de festas, descobrindo-o já com um considerável número de pessoas, todos campistas, ele imaginou. Não foi difícil de encontrar a aniversariante, que já estava com três pessoas em sua volta. Bran caminhou até ela.

-Olá, Isa!- Falou com um meio sorriso- Feliz aniversário! Ah, lhe trouxe um presente, acho que vai gostar!

E entregou a sacola para a semideusa acenando a mão para os presentes de uma forma amigável. Bran não tinha passado longas horas escolhendo o presente, pegou aquele que primeiro viu na loja, esperando que fosse do agrado da Isabelle.

Presente:

   






Death is all i want
avatar
Espectros de Érebo
$D :
79094

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Ephrain L. Black em Dom 27 Ago 2017 - 14:12


As coisas aconteceram bem rápido, como sempre aconteciam em festas daquele tipo. EM um momento Ephrian estava andando entre os convidados e no outro estava em um centrão, onde um monte de gente abraçava uma garota e lhe dava presentes. Aquela devia ser Isabelle. Como não sabia que era uma festa de aniversário e levando o fato de não conhecer a aniversariante em consideração, Ephrain estava sem presentes. Por isso, restringiu-se apenas a tomar outro gole do vinho que não deixava de ter aquele sabor delicioso da primeira prova e observar as socializações acontecendo.

Em meio a isso, uma garota o cumprimentou. Ela se apresentou como Giulia e o filho de Atena não pode deixar de notar a beleza da garota filha de Zeus. Aliás, uma coisa tinha de ser dita sobre o acampamento. Ali tinham garotas mais bonitas do que toda a mansão da playboy. O sangue divino talvez fosse o que influenciava o genes bom, mas isso não vinha ao caso. - Oi, Giulia, sou Ephrain! - O som tornava a comunicação um pouco mais complicada então o semideus aproximou-se um pouco com a taça de vinho em mãos para poder se fazer ouvir.

Naquele momento, um rapaz chegou e se apresentou como Mufasa e isso fez Ephrain sentir uma vontade enorme de rir. Não seria deselegante. Então apenas sorriu em resposta e apertou a mão do rapaz: - Ãhn, pode me chamar de Ephrain - E olhou de Giulia para ele - Não tem por que ter confusão, ela só tinha me falado oi.

O filho de Atena tomou outro gole do vinho e notou que sua taça estava vazia e a ponta dos dedos formigavam de forma engraçada. Seus olhos cinzas mantiveram-se sobre os outros dois por alguns instantes, enquanto ele formulava uma pergunta e então a coisa mais lógica que tinha para dizer lhe veio aos lábios: - A festa esta muito boa não?

Talvez isso fosse efeito do vinho.
Roupa:
[center]
Royal Bloodline
Only live in peace who knows how to fight

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 27 Ago 2017 - 15:00

Turn up the music
fill your cup and drink it down


Duzentos anos, claro que ela não tinha vivido tudo isso, mas a ideia de que o tempo iria passar para todos e ela só ficaria ali, olhando todos terem uma vida agradável e estruturada para enfim um dia morrer, não agradava-a. Só sobraria Zoey, Alicia e algumas poucas conhecidas que tinham a tão desejada imortalidade, que era um grande horror. Procurava não criar laços, se apaixonar, fazer novas amizades, porque iriam todos morrer.
Aquele pensamento passou muito rápido em sua cabeça enquanto estava no modo automático, aparentemente segurando seu presente.

- Vocês estão acabando comigo hoje – riu ao ver o anel de ametista – Amei, obrigada Giu.

Sorriu para a outra mênade e acenou para James vir buscar o presente, ele não queria tirar folga e Isa havia insistido para o mortal, mas foi ignorada. Olhou para o novato que tomava a água achando que era vinho, queria muito rir, mandou um olhar para a prole de Zeus, quase dizendo “É água”.

Logo veio Mufasa e abraçou-a, tentou não ligar para a vontade de matar o garoto ali mesmo, maldito fosse o ser que inventara os abraços.

- Mais velha que Quíron – brincou e pegou o presente, era um colar lindíssimo, sorriu – Obrigada, é lindo.

James resolvera esperar ali por perto para pegar os presentes, Isa enxergou Brandon vindo e sabia que ele carregava uma garrafa de vinho, conseguia sentir o cheiro da bebida de longe.

- Hey Bran, obrigada – passou o presente para o mordomo rapidamente antes que Giu pudesse roubar, olhou para o resto do salão tentando imaginar onde Zoey iria abrir o portal para fazer uma de suas entradas triunfais, mas voltou-se para o novato e riu – O que você está bebendo?

Olhou para a outra mênade tentando não rir mais ainda da situação.

Vestido:

With: All |notes: Birthday

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66012

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Hylla K. Werstonem em Dom 27 Ago 2017 - 15:35




BDAY
with friends

A Mansão Vinhedo trazia recordações, muitas delas amargas. Era preferível enterrar seu tempo como mênade no passado, mesmo após o que Dionísio lhe fizera; ainda assim, só encaminhava-se à residência por um bem maior. Era aniversário de Isabelle e como era uma de suas melhores amigas, seria imperdoável se não comparecesse. Além disso, a noite prometia muita diversão. Portanto, optara pelo uso de um vestido vermelho profundo como sangue, curto, delicado e num modelo tomara que caia que ela tanto apreciava.

Nas mãos, o presente pequeno: uma caixinha, mas só iria revelar o que havia em seu interior depois.

Adentrou na antiga residência, suspirando ao lembrar que um dia havia chamado aquele lugar de casa. Com certo rancor a ferir seu ego, tratou de encaminhar-se rapidamente ao bar, pegando uma taça de vinho de um garçom que passava por ali. Bebeu um gole, visualizando primeiramente seu companheiro. Ele estava... Sexy. Ter um príncipe do Mundo Inferior como companhia parecia improvável, mas o sr. Smith se provava um cavalheiro em potencial. Foi até ele, segurando delicadamente a sua mão, sentindo a frieza da pele enquanto se colocava na ponta dos pés: depositou em seu pescoço um beijo, deixando ali uma marca vermelha de batom, sorrindo antes mirá-lo com as íris azuis os poços negros que eram seus olhos, acariciando-lhe a face dura e masculina, porém carinhosa consigo.

Espero que ela goste do carro. — murmurou, um sorriso formando-se nos lábios. Digo, não havia exatamente comprado o automóvel, mas manipular a mente do vendedor era quase igual a isso... Não era? Bom, decidiu afastar aquilo da mente antes de repousar as mãos nos ombros largos do mais alto. — Vem comigo. — disse, indo até Isabelle e o levando pela mão.

Afastou uma mecha loira de cabelos da face, acelerando o passo antes de envolvê-la em um abraço. “Isa sempre odiou abraços”, se fez lembrar, mas não importava. Não naquele momento. Hylla sentia-se nostálgica a cada aniversário comemorado por algum semideus: significava sobrevivência, o que era o maior desafio de sua espécie. — Nem todos os presentes ou todas as palavras podem externar o quanto eu te amo! Mas quando quiser se aventurar sozinha por aí... Bom. Aí está.

Entregou-lhe a caixinha logo após abri-la, puxando uma chave pequena e dourada. O formato denunciava seu propósito — não abria portas comuns, sequer janelas ou um cofre.

Sua nova Lamborghini está lá fora.

Sorriu, maliciosa e esperançosa, cheia de expectativas sobre como aquela comemoração poderia terminar. E tudo o que pensou lhe agradou demasiadamente. Com um sorriso, cumprimentou os demais semideuses, rindo baixo da situação de Ephrain. O que ele estava fazendo, afinal?







thanks weird from lotus graphics for this code


hylla werstonem
she is made of pure magic and gold
just a dreamer or a witch
avatar
Feiticeiros de Circe
$D :
44398

Idade :
19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Ephrain L. Black em Dom 27 Ago 2017 - 15:44


A pergunta ficou no ar quando Ephrain escutou uma voz tão doce quanto o vinho lhe chegar aos ouvidos. Virou o corpo para poder encarar quem falara com ele e se surpreendeu por estar diante da aniversariante. Isabelle, assim como Giulia, era uma mulher bonita com traços bem desenhados e um perfume realmente agradável "Seria tão inebriante quanto o vinho...". O vinho!

O formigamento que sentira junto a ligeira desorientação não lhe atingia mais e quando o semideus olhou para dentro da taça só viu água. Aquilo o confundiu pois tinha certeza que tomara goles volumosos do extrato de uva. - Hm, costumava ser vinho...- Deu de ombros, olhando Isabelle nos olhos - Feliz aniversário, Isabelle não é? - O rapaz desfez o contato visual para olhar ao redor a tempo de notar um garçom passando perto com uma bandeja com mais taças de vinho, ele apanhou duas e estendeu uma para a garota - Meu presente, espero que agrade.

O campista mantinha um sorriso curto nos lábios mas não podia evitar de olhar uma ou duas vezes para o conteúdo do copo, esperando para ver se estava enlouquecendo ou se aquilo realmente era vinho. Não podia ter sentindo aquele sabor todo com um simples copo de água, nem se fosse da Voss. Ergueu o olhar, passeando da anfitriã aos outros dois, esperando que alguém falasse algo ou fizesse alguma coisa.

Foi aí que uma outra semideusa chegou, também cumprimentando a todos e parando para o olhar como se ele fosse meio maluco, o que na atual situação era exatamente o que ele mesmo se perguntava. Ela era tão linda quanto Giulia e Isabelle, não sendo loucura alguma arriscar que fosse filha de Afrodite. Isso apenas corroborava com sua tese de que os genes olimpianos criavam verdadeiras beldades. O semideus piscou para a recém chegada e comentou em uma altura moderada, para não ser abafado pela música: - Todos aqui se conhecem! Vocês estão aqui a muito tempo?

Roupa:

Royal Bloodline
Only live in peace who knows how to fight

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Giulia L. Matarazzo em Dom 27 Ago 2017 - 16:04

Isa's Party

tagged: Everybody
notes: wearing
A garota teve dificuldades em segurar o riso quando notou, logo depois do olhar e Isa, que Ephrain bebia só água. O garoto foi logo se justificando quando Mufasa chegou, dizendo que Giu só tinha lhe dado um oi.

-Ele não é meu namorado nem nada- Falou- Ele é só meu primo e meu par para a festa!- Olhou o filho de Poseidon, indo de baixo para cima- Tudo bem Mufasa, está perdoado.

Em seguida a garota sentiu cheiro de vinho, mas não vinha dos vinhos que estavam sendo servidos na festa. Giu ficou animada e olhou para todos os lados a procura daquele maravilhoso cheiro, então notou que um garoto, de aspecto sombrio se aproximava. A filha de Zeus já tinha ouvido falar dele, era Brandon um dos filhos de Hades, mas o garoto quase nunca era visto no acampamento.

O garoto foi até eles e entregou uma sacola para Isa. Na sacola havia um famoso vinho do Porto, que fez com que Giu quase “pulasse” na sacola. Mas ela se conteve e continuou a observar o rumo das coisas. Em seguida a prole de Zeus reparou em uma garota, uma loira que estava com o Brandon e que deu, logo depois de chegar, um carro para Isa.

Giu riu ao ver que Ephrain se deu conta de que bebia água e não vinho e riu ainda mais quando notou as feições de confusão dele, então ouviu sua pergunta. Na verdade nem todos ali se conheciam, por exemplo, ela nem conhecia a loira...

-Eu cheguei ao acampamento a um ano e alguma coisa!- Depois olhou para o primo e fez menção para ele a seguir- Pode nos dar licença?- e sem ouvir a resposta saiu, lançando um olhar para Isa como se dissesse “Vou me divertir um pouco”.
BY MITZI


Última edição por Giulia L. Matarazzo em Dom 27 Ago 2017 - 17:19, editado 2 vez(es)


Princess of Olympus • Giulia
avatar
Filhos de Zeus
$D :
63141

Idade :
19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Christopher Hwang em Dom 27 Ago 2017 - 16:39

sozinho e que não está a fim de conversar
at aniversário da líder de ares
w/ @isabelle

A única coisa que Christopher estava vendo de promissora, era que a festa estava sendo feita em tempo noturno. 

Defronte a um espelho, encarava poucas mudanças em seu corpo; Ganhou mais alguns centímetros e a pele sempre parecia estar intacta. Se o coreano não fosse irresponsável o suficiente, sentiria-se feliz por tamanha descrição como também tendo em vantagem possuir um cabelo repicado até a nuca de fios escuros e espessos. Os óculos estavam no encaixe perfeito do nariz, movendo-se para testar se a estrutura não ameaçasse ceder. Lambendo o lábio repugnou a presença do cão no batente do chalé cuidando para que não esquecesse de algo. A prole de Hades definitivamente não estava habituada a festas, mas por um momento parecia realmente necessitar sair - tal como usaria Pandora como um exemplo de meia-irmã inconstante - e quem sabe arranjar um pouco de paciência quando o assunto fosse se tratar de outras pessoas. 

Quando saia a palavra outras de sua boca, realmente soava como se dissesse algo muito doloroso.

Esticando o braço para pegar o presente, notara que não havia sido uma das melhores embalagens nem o melhor dos papéis. Os dedos escorregavam contra o papel encarando aquilo de forma enojada, parecendo não conter a repulsa que ganhava com coisas produzidas pelas próprias mãos. A ideia de uma tonfa não parecia ter sido tão ruim, pensava apenas no começo. Agora via que é tarde demais para achar alguma coisa útil e que fosse digna de ser elogiada. Os dedos dos pés estalavam de concordância deixando as meias brancas retorcidas no processo retomando subsequentemente, o dedo indicador novamente para próximo do aro escuro da armação do óculos. Prestes a partida, o semideus dobrou a coluna para chacoalhar uma das orelhas caninas atribuindo um olhar crítico :

— Vai ficar aqui por hoje. Se ousar abrir a boca para os outros, irá virar sapato. - Com o sinal positivo do animal e a hesitação em encará-lo, o mesmo suspira baixo estendendo o braço para apertá-lo contra si. Pressionando os lábios contra os pelos curtos e negros, friccionou um beijo se levantando para trancar a porta. Pelo lado de fora, Christopher era apenas um rapaz.

Agora naquele novo lugar, ele era alguém que pouco conhecia as pessoas. Mas que com certeza já fazia ideia de seus nomes.

Não lhe fazia do gênero, embrenhar-se a uma galera e trocar palavras demoradas. Com a arma por baixo do braço, o mesmo sentiu o ombro entrar em uma sequência de colisões — despretensiosas que sempre o desviavam do curso. Um momento ou outro, bufava alto emperrando uma das mãos sob os ombros das demais proles projetando o máximo de força que conseguia para abrir espaço. As sobrancelhas cor carvão subiram de imediato para o eixo da testa procurando pelo corpo da mais velha até assistir uma silhueta semelhante abordar um curto agradecimento sentimental. Na iminência de um tranco na garganta, o filho do deus submundano passou a mão pela face livrando a expressão de desconforto ganha ao adentrar na festa :

— Isabelle! - Delegou o nome alto por sob o som displicente da música ao fundo. Retirou o presente de onde estava estendendo miudamente entre os dois corpos. O mais alto tentaria explicar, mas a frequência das ondas sonoras sempre o distraiam desfazendo qualquer forma comunicativa concordante. — Não é um dos presentes mais esperados para vinte e três anos - O mesmo desvia a face para tossir e retirar as lentes dos óculos para que estreitasse os olhos em direção da aniversariante. Os dentes ficaram expostos conforme movia os lábios  pronunciando tudo de forma redundantes e alta. — mas é muito bem-vindo para treinar os braços. - Afundou as mãos ao imerso do bolso sentindo o corpo se sobrepujar a dar mais um passo para frente. — Espero que goste, e faça bom uso. - Levantou ambos os dedos da mão sem movê-los, apenas sinalizando que estava de saída do conglomerado demonstrando um puxãozinho relutante de um sorriso na boca rosada e fina. 

Alojando finalmente o pé para próximo de uma das paredes, Christopher pode acertar-se para que não enxergasse mais nenhum tipo de borro. Na nitidez, reparou que por lá existiam diversas coisas em si que pertenciam a mulher tendo o efeito de um aperto contra o peito. Era estranho ver muitas coisas em um único lugar. Ciumento, ele mesmo não sabia se algum dia permitiria alguém adentrar em um lugar que fosse tipicamente seu.

E quando digo isso, imponho o senso de posse a coisas grandes nas mãos do filho de Hades. Na sua memória, a única coisa que sabia que o pertencia era o nome e mesmo assim, somente o primeiro. Jamais haviam o explicado de onde havia provindo o “Hwang” ou se necessariamente no nascimento, deveria ter ganho aquele mesmo sobrenome. Neste tipo de pensamento, Chris não percebeu que acabou esbarrando próximo dos lugares dispostas as bebidas. Segurou uma taça entre a mão fitando com demora o conteúdo soltando um longo suspiro. Ao agitar, viu que os olhos desapareceram assim então elevando o líquido até os lábios para sorvê-lo o mais rápido o possível. 

O efeito fez com que fechasse os olhos, inflasse as bochechas e substancialmente apertasse a ponta dos dígitos mornos nas têmporas para massageá-las. Tomou ar com a garganta quente e passou a encostar o quadril na região aparentemente pouco movimentada observando os demais se espalharem em grupos seletivos e outros nômades a comemorarem soberbamente o ritual da festa. Agregados ao mesmo círculo social da morena, também tinham uma atuação incrível no início da noite. Por garantia, o filho de Hades manteria-se próximo até avistar algum desconhecido e “emergir” a socialização semidina.



Oh gambler, look what you made him witness. The rise and fall of a villain, a thief of dreams  who had his heart stolen, and died for his sins, like an unholy god that his love might’ve gone to church  to kneel before. Though, I suppose, there’s no use praying to a dead boy.
avatar
Filhos de Hades
$D :
48970

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Brandon H.Smith em Dom 27 Ago 2017 - 16:58

Happy Birthday
Sentiu o pescoço ser beijado e logo depois um arrepio, Bran não esperava que Hylla fizesse aquilo ali na frente de todos. Sorriu sem graça para a garota e lhe beijou o rosto, sem reparar se alguém estava observando ou não, e então seguiu-a até onde Isabelle estava, visto que já havia se distanciado dela.

-Ah, aposto que vai gostar sim!- Respondeu, afinal quem não gostaria de ganhar um carro?

Ouviu Hylla pronunciar as palavras e viu ela entregar as chaves do carro. Os amigos de Isa fizeram uma cara de espanto quando ouviram falar da Lamborghini, incluindo Bran, que até aquele momento não sabia que tipo de carro era. Se perguntou de onde Hylla havia tirado tanto dinheiro para comprar o carro, mas logo em seguida deu de ombros e voltou sua atenção para o grupo.

O filho de Hades não queria ficar ali, entre tantas pessoas que não conhecia, então puxou Hylla para longe do grupo, pedindo licença, como manda a etiqueta, e foi até o bar, onde pediu duas taças de vinho.

-Uma Lamborghini?!- Exclamou- Faz parecer que meu vinho do Porto era um suco de uvas!- Sorriu e bebeu um gole do vinho.


   






Death is all i want
avatar
Espectros de Érebo
$D :
79094

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Mufasa Hayes Reed em Dom 27 Ago 2017 - 17:28

PROCURANDO O NEMO

p sherman 42 wallaby way sydney



Os campistas chegavam aos poucos ao local, era difícil ver Isabelle como o centro das atenções, já que ele nunca a vira acompanhada por muitas pessoas. A prole de Atena, a sua frente, parecia tão perdida quanto ele, ao seu ver, ele nem conhecia a aniversariante, deveria ser um novato, o que fez Mufasa lembrar-se de seus primeiros dias ali.

Todos aqui se conhecem! Vocês estão aqui a muito tempo?

Mufasa olhou ao redor e coçou o queixo, pensando se realmente conhecia todos ali, aparentemente não. Haviam muitos que ele nunca vira antes, o que era bem estranho já que a maioria dos campistas sempre se safavam à noite para ir ao lago namorar e ele tinha de acobertar para que os instrutores não soubessem.

— Não muito, uns meses eu diria. — Sorriu para a prole de Atena.

Eu cheguei ao acampamento há um ano e alguma coisa! — A prole de Zeus o respondera, em seguida olhara para Mufasa. — Pode nos dar licença?

Mufasa ergueu a sobrancelha e logo percebeu que ela queria que ele a seguisse. A prole de Poseidon olhou para Ephrain e murmurou.

— A gente se vê por aí.

Em seguida seguiu a prima, curioso para saber para onde ela o estaria levando.

ONDE ELE ESTÁ?



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Hylla K. Werstonem em Dom 27 Ago 2017 - 17:46




23
with friends

O sorriso tomou forma nos lábios belos quando ouvira as palavras proferidas pelo filho da deusa da sabedoria. Analisou os semideuses em questão; Mufasa, que a ajudara no processo de um ritual místico que havia dado errado, assim como outra garota por ela desconhecida. Entretanto, avaliando a pergunta dele, estalou a língua entre os dentes brancos:

Depende, não conheço todo mundo, mas tenho alguns contatos. — confessou para Ephrain. O achava fofo, e reprimia em seu âmago a vontade de apertá-lo ou agredi-lo. Antes que pudesse fazer algo mais, sentiu a força de Brandon se impor sobre ela. Logo, o seguia para um ponto mais afastado dos demais semideuses, com uma expressão confusa. Olhou para Isa, os lábios se movendo sem emitir som algum.

“Falo com você depois”.

Acomodou-se no bar, enquanto recebia de bom grado a taça de vinho tinto que lhe fora fornecida. Deu um gole antes de ouvi-lo falar, soltando uma risadinha nasalada quando ele terminou. Acariciou-lhe a face, enquanto o olhar penetrante e azul mirava-o como estacas de gelo.

Ah, Isabelle merece. — falou, inclinando-se para perto dele. Não queria ficar falando alto a noite toda e, acima de tudo, julgava que Brandon não fosse se importar em tê-la mais perto de si. — É algo pequeno comparado ao que sinto por ela. Quero dizer, é a minha melhor amiga. Além disso, tenho por Isa um carinho inimaginável.

Todavia, as íris se redirecionaram a um canto remoto do local, onde o brilho das luzes no teto fizera refletir o semblante de divertimento em sua face simétrica. Notou a figura deslocada, silenciosa e visivelmente atento aos movimentos dos demais. Sorriu, esperando não parecer grosseira em ter parado de prestar atenção em Brandon mesmo que por alguns segundos antes de a mente se dobrar em prol da presença de outro filho do deus dos mortos.

Christopher, sempre dono de olhos atormentados e profundos como abismos gêmeos.

Tenho certeza que ela adorou seu vinho. Além disso, foi dado de boa vontade. Isso é ainda mais louvável. — disse, girando o conteúdo em sua taça enquanto cruzava as pernas. Permitiu-se tirá-lo por alguns segundos. Encarou a boca, o pescoço ainda marcado pelo beijo que lhe dera, assim como a pose elegante e educada cabível ao descendente de um deus tão influente e poderoso. — Estou feliz que você não esteja parecendo um fantasma ou uma simples sombra aqui comigo. — a Feiticeira sorriu.

Terminou seu vinho, o dedo indicador brincando com a borda da taça de vidro.

Então, Brandon. Eu topei ser sua parceira por essa noite, então espero que me divirta. — sorriu de canto, talvez desafiadora, talvez curiosa para saber se o companheiro lhe havia reservado algo. — Me surpreenda, filho de Hades. E eu garanto que essa não é uma tarefa fácil.







thanks weird from lotus graphics for this code


hylla werstonem
she is made of pure magic and gold
just a dreamer or a witch
avatar
Feiticeiros de Circe
$D :
44398

Idade :
19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Brianna W. Dellannoy em Dom 27 Ago 2017 - 19:17

E-pro


Talvez ouvir os elogios e os espantos sobre sua aparência tinha sido uma grande injeção em sua arrogância escondida. Por mais que gostasse da presença de Isabelle, não podia esconder que adorava os elogios quase exagerados.

Murmurando um simples obrigado, observou a outra ir embora e se encontrar com os seus outros convidados. Um a um eles iam chegando. Começou pelo filho de Atena, terminou com Hylla. Pelo visto iria ter mais pessoas vindo, afinal, Isabelle era uma grande influência naquele Acampamento.

Mas Brianna estava intrigada por duas coisas. A primeira era a quantidade de filhos de Hades que estavam ali. Nunca imaginou ou idealizou que teria tantos irmãos assim. O olhar de curiosidade escondia a total indiferença e sentimentos que tinham pelos seus irmãos, já que não gostava de nenhum deles. A outra coisa era a ausência de sua namorada, pessoa que ela queria muito que estivesse ali.

Mas algo chamou mais a sua atenção. O cheiro fétido da morte estava ao seu lado, e quando a semideusa guiou o olhar, viu uma mulher de cabelos castanhos e os olhos tão vazios que só mostrava quem era:

- Porque você está aqui, Rachel? - Falando sozinha, Brianna esquecera que era efeito de suas lentes, um presente mórbido de seu pai, Hades: - Espero que esteja queimando no inferno, sua maldita.

Anos atrás, Brianna havia matado Rachel, que nada mais era a única mortal que Tay tinha um carinho enorme. Carinho esse que qualquer outro definiria como amor. Ninguém sabe o motivo pelo qual a francesa teria matado a mulher. Talvez ciúme? Não importava.

Caminhou até o bar e sentou em um banco. Os dedos passou pelos cabelos pretos lisos, e o olhar verde encarava o barman: - Whisky sem gelo, por favor. - Disse, observando por cima dos ombros os outros que conversavam com Isabelle.

Presente
avatar
Filhos de Hades
$D :
78259

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 27 Ago 2017 - 20:24

Turn up the music
fill your cup and drink it down


O melhor presente da noite definitivamente era a taça com vinho que o novato entregara para ela, não sabia se ria ou se agradecia, então fez os dois.

- Obrigado, desculpa não pude resistir e transformei seu vinho em água – disse rindo.

Distraiu-se com o novato e a água que não notou Hylla até que a mesma chegasse e para a infelicidade da mênade, outro abraço. A vontade era de sufocar a outra, mas fez a fina, já que isso estava fora de cogitação. Os olhos dela pararam na caixinha que continha uma chave, estava quase tendo um infarto por dentro, não sabia se fazia a lady ou gritava.

- Estão todos loucos – disse surpresa – Hyll, uma lamborghini, eu nem sei como te agradecer.

Sorriu, não sabia como agradecer e não iria abraçar a garota, felizmente foi salva por Bran e pelo novato.

- Posso viver sem carro, mas sem vinho não – disse brincando, porém era a mais pura verdade – Eu estou no acampamento desde, ahn, sempre, nem lembro – claro que lembrava-se, mas não era relevante.

Logo Hyll e Bran se afastaram, assim como Muffinzinho e Giu e a mênade se deparou com Christopher, que veio tão rápido quanto foi embora e ela só conseguiu dizer obrigado. James veio para pegar os presentes e ela respirou fundo, estava esperando para tomar o vinho fazia um tempo.

- Nem todos me conhecem, mas eu conheço todos – falou para o novato e bebeu um longo gole do vinho – Não importa o tempo que você passe lá, seja um mês ou dois, o acampamento é a sua casa e todos são uma grande família.

Encarou a taça de vinho tentando não lembrar que além de seu aniversário, era também o de Dems e aquilo já tinha incomodado a mênade, na noite passada, o suficiente.

Vestido:

With: All |notes: Birthday

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66012

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Violett Ashford em Dom 27 Ago 2017 - 20:31

Another
Party
Meus olhos se abriram lentamente, o relógio ao lado marcava 19h e o convite no chão marcava 21h.

Rolei de um lado ao outro da pequena cama até que tomei coragem de levantar, tomei um banho rápido e voltei a me sentar na cama ficando de frente para o armário. Eu estava naqueles dias em que tudo o que você quer é dormir e se tiver de sair vai usar a primeira coisa que suas mãos tocarem.

-O que acha, Kira? Está bom pra você, Crow?-perguntei mostrando as peças para os meus mascotes.

Vesti um short jeans e uma regata branca estampada, ela era tão comprida que cobria o short me fazendo parecer estar de vestido. Como estava tarde, achei uma boa ideia colocar uma jaqueta e em meus pés, tênis.


Chegando ao lugar vi poucas pessoas conhecidas, varri a área a procura de Isa e a encontrei conversando com alguns convidados.

-Olá, feliz aniversário-respondi sem graça enquanto entregava a caixinha preta com o colar que havia comprado.

-Acho que combina com você, espero que goste

Depois de entregar o presente, percebi que não havia nada para fazer ali a não ser beber. Se eu fosse uma filha de Afrodite padrão, estaria usando uma roupa chamativa e seria a atração na pista de dança, bem, para ser sincera se eu fosse padrão não estaria desacompanhada.

Me desviando das pessoas, com o máximo de cuidado possível, consegui chegar ao bar, me sentei em um dos poucos lugares vagos e pedi uma champanhe.

-Obrigada-agradeci ao barman.

O espumante era a única bebida com que meu paladar estava acostumado, tomei curtos goles enquanto observava o movimento.
Onde: Niver da Isa
Vestindo:
[url=https://i.pinimg.com/564x/cf/ad/00/cfad00b27f5cb5c80e0368fe7203f6ec.jpg[/url]
NotesTsc


Roupa:

Presente:



elfa, druida e bêbada

★ Carismas 19, meu amigo, eu sou muito gata
★RAWN

avatar
Filhos de Afrodite
$D :
62489

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Zoey Montgomery em Dom 27 Ago 2017 - 21:18


Festa da Isa



Yay <3



Zoey soltou um suspiro ao se olhar no espelho pela zilionésima vez e constatar que estava começando a aparecer sua barriga de grávida. Lucy estava com três meses e sua vida já havia dado uma virada de 360º: Jhonn se tornara super protetor, assim como Tikky e o Conde.

Encarou o pedaço de papel em cima da cômoda e, após enrolá-lo delicadamente, caminhou até onde seu noivo se encontrava dormindo e beijou-lhe a face ternamente. Ela amava Tikky, mesmo com todos os defeitos dele mas bem... Ela também não tinha?

— Volto mais tarde. — murmurou e afagou os cabelos castanho-arroxeados do moreno antes de abrir a arca diretamente no local da festa.

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

A filha de Apolo nunca se importou em quase matar as pessoas do coração com suas entradas repentinas nos lugares. Ela somente esperava não ter matado a anfitriã quando a porta da arcana apareceu em um dos cantos do salão de festas da mansão de Isabelle.

Saiu da mesma e então procurou pela aniversariante, a avistando do outro lado do salão. A passos largos, mas ainda sem perder a compostura de uma lady, a loira atravessou o salão e abraçou a mênade sem se dar conta das pessoas ao redor.

Cumprimentaria a amiga primeiro antes de qualquer outro.

— Isinha linda do meu coração. — falou animadamente, ainda abraçada na morena. — Feliz aniversário. — sorriu ao se separar dela, então abriu a bolsinha que carregada e entregou um papel para a garota. — Meu presente e de Tikky. Esperamos que goste.


Escrita do Papel:
Maldivas, 27 de Agosto de 2017

Eu, LOGAN GABOARDDI, do Cartório Oficial de Malé, capital das Maldivas, concedo e confirmo a compra da Ilha Vaadhoo por ZOEY MONTGOMERY, filha do Duque JHONN MONTGOMERY. Afirmo também aqui o nome da nova proprietária, ISABELLE DUCHANNE.

Com isso, torno oficial a posse da Ilha.

Logan Gaboarddi.
Juiz da Primeira Vara

Imagem do Presente da Isa



Vestimenta






Zoey Montgomery
Apolo's Daugther x Witch of Circe x Maleficent
avatar
Feiticeiros de Circe
$D :
70158

Idade :
19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Ephrain L. Black em Dom 27 Ago 2017 - 21:27


- Que bom que me avisou, achei que era louco e bebia água imaginando vinho. - Ele sorriu em resposta a curta de Isabella. Em um determinado momento, entre idas e vindas, os outros começavam a sair e os deixar sozinhos com suas taças em mãos - Por nada. - As palavras de Isabelle eram profundas e reflexivas. O conceito de família ali era amplo por que todos tinham parentesco graças ao sangue divino, mas pelo que parecia ela fazia referência aos vínculos emocionais, as conexões que você fazia ao lutar até a morte ao lado de alguém que seja por egoísmo ou por caridade, não permite que você morra.

Ephrain olhou para o fundo da taça de vinho para ter certeza que tinha ali o liquido rubro e quando se certificou de que não beberia água novamente, entornou um gole longo e prazeroso. Seus olhos acinzentados fecharam-se de satisfação e quando os abriu, tinha uma outra garota presenteando Isabelle. Ela tinha traços orientais, era baixa e seus cabelos eram naturalmente escuros, mas ela os tingia para que ficassem claros. Era uma beleza peculiar que fora realçada pelo sabor almiscado do vinho ainda em sua língua.

Antes que pudesse falar qualquer coisa, a garota já havia saído mas uma outra havia chegado, abraçando Isabelle e lhe dando outro presente enquanto o filho de Atena apenas dava um passo para trás, apoiando o quadril na mesa enquanto voltava a entornar o copo. Aquela garota era realmente popular e constatar isso lhe arrancou um sorriso ligeiro e bonito.

Seu olhar vez ou outra corria para o balcão onde outros semideuses bebiam a frente.

Roupa:

Royal Bloodline
Only live in peace who knows how to fight


Última edição por Ephrain L. Black em Dom 27 Ago 2017 - 21:53, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Alicia Watts Schratter em Dom 27 Ago 2017 - 21:39

It's a new life
For me
And I'm feeling good


O som alto ecoava por toda a mansão de Isabelle, a prole de Hécate dançava e cantava enquanto vestia-se. Sua estadia ali já era consideravelmente grande, estava começando a se perguntar quando a outra iria expulsa-la.
Ela não lembrava de nada, só de quem era e como era e aquilo estava sendo maravilhoso, livre de toda a dor que havia passado, era como uma festa todo dia. Não sabia quem era Alexa, September, o outro ex, a família e até não lembrava do horror que Hécate havia feito-a passar, só tinha uma lembrança da qual não se desfizera: Nyx.

Havia deixado uma carta para si mesma com tudo que era essencial saber, mas ainda tinham coisas que sabia que não deveria ir descobrir. No papel ela dizia para nunca procurar saber do passado, que a dor era constante e que nada no mundo podia fazê-la superar tudo o que havia passado e a última frase da carta ela releu várias e várias vezes.

“ Seja corajosa e forte, seja o que eu nunca pude ser e nunca, nunca tente lembrar, estou nos dando a chance de recomeçar.”

Colocou o vestido novo e terminou a maquiagem rapidamente, o outro chofer de Isa já estava esperando-a para irem até a mansão do vinhedo.

...

Alicia sorriu ao ver a mênade, que embora não lembrasse de nada sobre ela, sentia que as duas eram boas amigas. Abanou e seguiu até o bar.

- Sangria, docinho – sorriu maliciosamente e virou-se para observar a multidão enquanto o mortal fazia o drink.


Vestido:

With: All |notes: Birthday

&


avatar
Filhos de Hécate
$D :
57946

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Athos C. Daskov em Dom 27 Ago 2017 - 22:07

Parabéns, Isa



Era complicado querer ver a luz do sol novamente quando sentia que um pedaço de si havia sido arrancado. Era complicado pensar que Alicia havia feito o que fez por ele, e que ele houvesse a magoado tanto. Athos, agora Athos graças a Érebo, não queria sair de casa, preferia ficar sozinho vendo o sol nascer e se pôr através da janela de seu chalé.

Mas sabia que não resolveria as coisas se permanecesse assim, então, quando soube que Isabelle estaria dando uma festa de aniversário, mesmo contra sua própria vontade, decidiu ir. Algo dentro dele martelava a decisão, fazendo-o levantar-se, caminhar até o banheiro e tomar um longo e bom banho, vestir-se com uma camisa social preta e calça jeans escura e logo sair dali, viajando entre as sombras até o local.

Quando ainda era September, antes de tudo aquilo começar, ele lembrava claramente de como conhecera Alicia, em uma noite como aquela, na praia do acampamento. Um beijo, apenas um beijo desencadeara a ira de Érebo, consumindo-o por dentro. Aquela garota fora a única coisa boa que aconteceu em sua vida e ele a deixara escorrer por entre os dedos... Eles eram noivos, estavam prestes a se casar mas Érebo era cruel demais para permitir tal feito.

September sumiu, por meses. Alicia, para salvá-lo, tivera de abrir mão de todas as suas memórias, de todas suas lembranças e de todo o seu amor. Sacrifício aceito, Érebo liberou seu cavaleiro da morte, entregando-o a capacidade de se apaixonar novamente, uma ironia, já que a única mulher que ele amara nem lembrava-se de seu nome. O deus também cuidou disso, transformando-o em Athos, seu mais novo e leal cavaleiro. Aquele que seguiria o deus acima de tudo, mas, que também seria capaz de amar.

E foi com esses pensamentos em mente que a prole de Thanatos adentrou o salão, tendo a visão levemente ofuscada pelas luzes. Tudo estava esplêndido, como sabia que Isabelle faria. Caminhou até a moça e estendeu a mão até ela.

— Parabéns, Isa. Não que faça muita diferença, perante a sua imortalidade. — Sorriu.

Athos retirou uma bainha das costas, completamente negra, e entregou a ela.

— Espero que goste, pensei bem no que dar para uma filha de Ares. — Sorriu novamente.

O jovem, então, caminhou em direção a um garçom para pegar uma bebida. Foi aí que a viu. Alicia, estava ali. Seu coração bateu mais forte, quase rasgando o peito em dois, suas mãos suaram e tremeram levemente. Ela nem deve saber quem sou...

Tirou o pensamento da mente e caminhou até onde ela estava.

— Olá, desculpe incomodar. Me chamo Athos. — Falou estirando-lhe a mão. — Posso fazer companhia?

Presente

LONELY



Athos
Son of Thanatos
come with me now
avatar
Espectros de Érebo
$D :
64896

Idade :
26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bar e Salão de Festas

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum