Fóruns Irmãos
0 de 5
Créditos
» Skin obtida de Captain Knows Best criado por Neeve, graças às contribuições e tutoriais de Hardrock, Glintz e Asistencia Foroactivo.
» Com gráficos e modificações por Hades e Zeus.
Elite
0 de 9
Comum
0 de 33
Últimos assuntos
» Templates, Sign e whatever
Hoje à(s) 21:53 por Hylla K. Werstonem

» [RP] Violett Ashford
Hoje à(s) 21:27 por Violett Ashford

» Flood 4.0
Hoje à(s) 18:25 por Hylla K. Werstonem

» Pra mim você é
Hoje à(s) 17:03 por Pandora Aërsterien

» [RP] Alicia Watts Schratter
Qua 20 Set 2017 - 22:50 por Alicia Watts Schratter

» Bar e Salão de Festas
Qua 20 Set 2017 - 17:32 por Alicia Watts Schratter

» [RP] Poseidon
Ter 19 Set 2017 - 23:06 por Poseidon

» Reclamação Divina
Ter 19 Set 2017 - 20:51 por Poseidon

» [RP] Hylla K. Werstonem
Ter 19 Set 2017 - 8:00 por Hylla K. Werstonem

» [RP] Ephrain L. Black
Seg 18 Set 2017 - 22:23 por Ephrain L. Black


[RP] Thomas P. Köch

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Thomas P. Köch

Mensagem por Thomas P. Köch em Qui 27 Fev 2014 - 20:15


Thomas Phillip Köch

Thomas Phillip Köch, um garoto bem alto e de cabelos um tanto rebeldes e levados ao tom castanho escuro. filho de Deimos com uma mortal de nome Meredith, uma bela alemã natural de Berlim, a capital do país. Foi morta por proteger seu filho de um monstro, um ciclope que tentara matar Thomas à sangue frio.

Inicialmente a mãe de Thomas era uma solteira muito cobiçada dentre a comunidade alemã, ela era uma executiva de sucesso que nunca tinha se envolvido com homens, principalmente com um deus. Ela tinha cabelos longos e ruivos da cor do bronze em um nascer do sol, sua pele era clara como as nuvens que vagavam juntamente com os pássaros no céu e seus olhos totalmente castanhos que brilhavam ao refletir a luz que o sol expelia. Em um certo dia encontrou Deimos, na verdade ele se chamava Lukas, isso para ela. Os dois se apaixonaram logo no primeiro contato, pelo menos da parte de Meredith, só podia ser algo além do normal, além da humanidade e sim, era. Um deus e uma humana o que resultou em um filho, Thomas, a mulher nunca soube o sobrenome do belo rapaz de cabelos negros e olhos quase negros que faziam a mesma mergulhar ao vê-los. Ele nasceu em Munique, uma das principais cidades da Alemanha, teve um parto tranquilo, uma gestação ótima sem nenhum problema, talvez os deuses ajudaram nisso. Anos e anos se passaram e o pequeno garoto aprendia como se portar como filho de Deimos, agora que sua mãe já sabia de tudo, mesmo rompendo as regras de Zeus, Deimos contou tudo sobre o acampamento e os perigos que iriam correr. O menino ainda novo, por volta de seus 12 anos já apresentava alguns "sintomas" de ser um semideus filho de Deimos, além de conseguir entender as letras gregas, podia-se dizer que ele era bastante estranho e adorava assustar as pessoas por ai.

A personificação do pânico, seu pai, nunca, definitivamente nunca tinha entrado em contato com ele, nem que fosse com um sonho, um pensamento ou até fisicamente, nunca mesmo. Isso talvez pudera ter acarretado um pequeno ódio que ele teve pelo pai. Os anos voltaram a passar mais rápidos que nunca, até ali nenhum perigo para o garoto e a mãe, ele já tinha acabado seus estudos, mas não tinha ido para faculdade alguma, estava apenas em cursos, não queria entrar para algo que nunca iria terminar, e sim, ele estava correto, não daria tempo, ao seus 18 anos ele fora obrigado a ir ao acampamento, não por sua mãe, mas pelo que aconteceu com ela. A morte, ela já não era aquela bela mulher de antes, estava fraca e doente, mesmo tendo tudo ao seu lado não pode sequer proteger o filho sem ser morta por um mero monstro, um Ciclope, nem tão grande, talvez um adolescente aprendendo como são as coisas, por algum motivo decidiu acabar com a vida de alguém, o escolhido? Fora Thomas, mas sem que ele percebesse sua mãe estava morta em sua frente sem ele poder fazer nada para salvá-la, mas por sorte o Ciclope não conseguiu seguir com os ataques em Thomas, ficou um tanto imóvel quando matou a ruiva, talvez algo que veio de seu pai Deimos, deve ter deixado o monstro em pânico só com sua presença, ou então ele ficou abalado com sua primeira vítima morrendo, isso ajudou o semideus que pode enfim botar em pratica algumas técnicas de filho de Deimos e matou a besta sem muita dificuldade, quando se tem um inimigo praticamente imóvel, paralisado de pânico, as coisas acabam ficando mais fáceis. Isso com certeza fez tudo ficar triste como a morte era para todos, mas para Thomas não passou de algo que iria acontecer em algum momento, ele superou e seguiu no dia de seu aniversário para o acampamento e lá continuou sua vida como nada tivesse acontecido.
Tudo isso em um belo dia ensolarado que se tornou um péssimo dia com cheiro de flores mortas e chuva que caia na terra como lágrimas dos deuses.
18 anos.
Thom.
Heterossexual.
Semideus.
Prole de Deimos.


AMIZADES



MELHORES AMIGOS
BONS AMIGOS
AMIGOS
CONFIANÇA
CONFIDENTES
ADMIRAÇÃO
PROTEGIDOS
PROTETORES
ALIADOS
CONHECIDOS
Augusta K. Markviecz





AMOR



ATRAÇÃO
CURIOSIDADE
INTERESSE
OBSESSÃO
POSSESSÃO
GOSTO
AMIGOS COM DIREITO
ATRAÇÃO SEXUAL
+ 18
ROLO DE UMA NOITE
AMOR
AMOR PLATÔNICO
NAMORADO (A)
EX-NAMORADO (A)
DESLIZE





FAMILIARES




MÃE BIOLÓGICA
Meredith Köch
PAI BIOLÓGICO
Deimos
MELHOR IRMÃO
-x-
PIOR IRMÃO
-x-
PROTETOR (sátiro, dríade...)
-x-


INIMIGOS



INDIFERENÇA
DESCONFIANÇA
IESTORVO
PESSOAS CHATAS
TRATO HOSTIL
OBJETIVOS
RANCOR
INVEJA
INIMIZADE
EX-AMIGOS
ÓDIO
AMOR/ÓDIO
PENA DE MORTE





CURIOSIDADES E SEGREDOS








CREDITS TO HYSTERIA






fear of the dark...fear of the dark...
[...] fear of the dark; I have a constant fear that something's always near. / © cg
avatar
Filhos de Deimos
$D :
57650

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum