Parcerias
0 de 5
Créditos
» Skin obtida de Captain Knows Best criado por Neeve, graças às contribuições e tutoriais de Hardrock, Glintz e Asistencia Foroactivo.
» Com gráficos e modificações por Hades e Zeus.

Parcerias
0 de 9
Últimos assuntos
» Flood 4.0
Ontem à(s) 18:50 por Ephrain L. Black

» O que faria se acordasse ao lado da pessoa acima?
Ter 7 Nov 2017 - 18:45 por Ulrick Lively Waldorf

» Pedidos de Missões
Ter 7 Nov 2017 - 14:48 por Zeus

» Poste sua lindeza aqui
Sab 4 Nov 2017 - 23:45 por Zeus

» Que Animal lembra a pessoa acima?
Qua 1 Nov 2017 - 21:16 por Ulrick Lively Waldorf

» Prints do chat ou de qualquer lugar.
Sex 27 Out 2017 - 22:58 por Ivy La Faye

» Enfermaria Central
Dom 15 Out 2017 - 18:33 por Nyx

» Salada Mista
Seg 9 Out 2017 - 15:25 por Dorian Blenöger

» Pego - Namoro - Passo - Caso - Morre Diablo!
Dom 8 Out 2017 - 11:55 por Dorian Blenöger

» Bar e Salão de Festas
Qui 5 Out 2017 - 22:31 por Alicia Watts Schratter


Piscina Externa

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 5 Jun 2016 - 16:37

Relembrando a primeira mensagem :

Piscina Externa




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Piscina Externa

Mensagem por Kristhyne A. Rapinoe em Sab 25 Jun 2016 - 12:32

Death is a Art

The Death Waiting for us

(passe o mouse por cima)


   
   
   

Kris se sentia em êxtase por estar nos braços da garota que ela sentia uma forte atração. A prole da morte colou mais o corpo no dela, e tacou um foda-se para quem estivesse ali no momento em que tirara a blusa e ficou apenas com a parte de cima do biquíni.  

A Astróloga se arrepiou por completo com os beijos em sua pele. Fechara os olhos e por um breve momento, sentiu-se completa, sentiu-se forte, como se nenhuma de suas dores mais existissem. Kris encarou Emily. Os olhos vivos e tímidos da filha de Dionísio eram belos, carinhosos.

- Eu também senti falta disso. - Sua voz saiu quase falha, mas o sotaque escocês era tão límpido quanto os céus naquela ocasião: - Quer uma bebida? - Perguntara para a morena, no instante que havia pego um copo de whisky, bebericando delicadamente sem tirar os olhos dos dela.


Bikini
Roupa


p l z ☯



I'm nobody. I am a creature cast in the cursed world to wander seeking your death. And believe me, if I started killing now, none of you would be left.

avatar
Filhos de Thanatos
$D :
77390

Idade :
24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Emily Duchanne em Qui 30 Jun 2016 - 21:45


Hello



A prole de Dionísio afirmou sem tirar os olhos dela, pegando uma taça de vinho quietamente, continuava olhando fixamente para a outra, se esquecendo completamente do bom senso e de ser discreta. Kris provavelmente já havia notado aquilo quando Emily voltou a si, a morena tomou metade da taça tentando disfarçar, o que na certa foi pior.
- Então, está gostando da festa? – segundos depois que falou aquilo a morena soltou uma risada abafada – Não responda, isso foi horrível, não sou boa em puxar assunto – ela fitou o chão enquanto falava.
Ela estava um tanto nervosa, não sabia como falar com a outra, nem tinha ideia de onde tirara a coragem para chamá-la, mas Emily estava tentando ignorar todos aqueles pensamentos e o fato de que era péssima em 99% das coisas que fazia e iria acabar afastando Kris, como ela costumava fazer com todos.



It’s me



avatar
Filhos de Dionísio
$D :
60261

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Kristhyne A. Rapinoe em Sab 17 Set 2016 - 15:03

Death is a Art

The Death Waiting for us

(passe o mouse por cima)


   
   
   

Os lábios se curvaram em um sorriso tímido e astuto. Kris nunca se viu tão perdida por alguém como estava por ela. Os cabelos escuros, o olhar sedutor e tímido. Como alguém como uma Duchanne estava tão sem jeito perto de uma garota qualquer como Kris?

Ela deu uma risada leve com a fala da outra. A pergunta foi ótima, mas a resposta da mesma fizera a filha da morte rir:

- Eu estou, a anfitriã sabe realmente dar uma boa festa. - Sua voz transmitia o esquecimento do nome da dona da festa, um costume péssimo que ela tinha: - E você? Está tão tímida. - Andou para mais perto da morena. Os braços envolveram o corpo alheio em um abraço carinhoso, acolhedor. A mão destra, que outrora estava em suas costas, fora subindo lentamente pela sua pele até chegar na nuca, aonde fizera um carinho bem lento: - É uma festa, minha querida. Vamos, sorria. - Selou delicadamente os lábios nos dela, sentindo o aroma do vinho que ela tinha bebido mesclar-se com o perfume adocicado alheio: - O seu sorriso me encanta.

O sorriso sereno tomou forma nos lábios de Kristhyne, que aproveitou da situação para beijá-la tão lento quanto o carinho que ainda fazia em sua nuca.

Bikini
Roupa


p l z ☯



I'm nobody. I am a creature cast in the cursed world to wander seeking your death. And believe me, if I started killing now, none of you would be left.

avatar
Filhos de Thanatos
$D :
77390

Idade :
24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Emily Duchanne em Dom 18 Set 2016 - 14:22


Hello



A garota sentiu suas bochechas queimarem quando Kris mencionara a timidez, pensou que seria uma boa escapar por baixo dos braços dela e subir correndo por algum canto da residência. Tudo aquilo foi jogado longe quando sentiu os lábios da prole de Thanatos, aquele sentimento estava consumindo Emily.
Acariciou as mãos da outra entrelaçando os dedos nos dela e a puxando lentamente em direção a água, já conseguia sentir os pés na água da borda da piscina, mas não tirava os olhos de Kris.
- Acho, que depois, você e eu, podíamos sair. – falou pausadamente.




It’s me



avatar
Filhos de Dionísio
$D :
60261

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Neith Sørensen em Seg 19 Set 2016 - 15:06

happy
17:00 AM
alicia?
MICH,ANGELO, ANGE
#04

- Diferente do meu pai e de Orfeu na qual sirvo, sou cético a essas coisinhas. Hum. Pensar? - Disparei delongando friamente enquanto a encarava. Meu timbre no entanto saia amigável. Eu sei que sou capaz do que quero, mas era óbvio que coisas dependiam de outras. Observei a volta e fitei meu próprio calção soltando um suspiro longo. - Me envolvo com outros tipos de artes. E bem, isso iremos ver quando chegar. Eu sei que achá-la será fácil. Afinal, eu sou bastante aventureiro. - Completei movendo meus pés emergidos na água vendo meu reflexo contrastar no vinho.

avatar
Caçadoras de Ártemis
$D :
77208

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Alicia Watts Schratter em Seg 19 Set 2016 - 23:36

Rule number two
just don't get attached to

Alicia riu abafadamente com a ideia de que ela será facilmente encontrada, quase tão impossível quanto fazer com que Floyd Donovan reaparecesse ali, naquele exato momento. A morena mal pode ver com seus olhos aquela prole de Nêmesis que era conhecido por abalar as estruturas da mansão de Afrodite, ela queria ter o conhecido melhor.
- Então Joel, acho realmente difícil você conseguir uma semideusa como eu, como pretende fazer isso? – Alicia perguntou curiosa – Se conseguir me encontrar te pago uma pizza, de qualquer sabor, para mim, parece uma ótima proposta, ainda mais se a pizza for de calabresa.


Poderes e Habilidades:

Lvl 1 – Mágico: Todo filho de Hécate é uma mágico natural. Embora, esse nível de poder só permite que ele faça pequenas coisas, ou crie pequenos enfeites.

- Levitar ou mover lentamente objetos a pequenas alturas.
- Troca a cor de um objeto.
- Pode variar a temperatura de um objeto.
- Criar desenhos sobre objetos.
- Criar barulhos suaves, sem qualquer capacidade de irritar.
- Pode criar efeitos interativos simples, como acender velas, ou fechar janelas, luzes do nada, ou baralhos vivos.
- Criar pequenas luzes, semelhantes a vagalumes.


Nina no arrazzzzzzo:



&


avatar
Filhos de Hécate
$D :
58071

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Athos C. Daskov em Dom 30 Out 2016 - 17:46

Maybe i’m insane

Isabelle

If I could be any part of you, I would be your tears. To be conceived in your heart, Born in your eyes, Live on your cheeks And die on your lips.
Quando o copo de tequila foi virado, Alecksej sentiu uma sensação ardente correr duvidosamente pela garganta. Seu rosto estava banhado pelas imensas sombras do chalé quase que sem intenções de deixá-lo com um ar sombrio :

— Hmm. - Cantarolou despertando levemente para apreciar o rosto da irmã mais nova. — Quer dizer que ela comprou um castelo e está fazendo uma festa?! - Sua risada era muito mais que excêntrica e fantasiosa.

A última vez que tinha a visto e feito perder a paciência, parecia ter efetivado inúmeros lances. Um deles em que via mais graça, era pensar na franca possibilidade dela ter se mudado por conta do perigo que expôs outra e que parecia ser mais verdadeira, que ela era uma mênade.

Uma mênade bastante ostentadora.

Muito embora quisesse assustá-la mais uma vez, o alemão tinha que concordar com uma coisa ; Não dava-se bem com calor ou qualquer ocasião que exigisse físico. Sempre fora tímido mesmo com os quase trinta anos ser ridículo fazer este tipo de admissão. Abrir a mala recém-desfeita o fez torcer os lábios notando que nem calção e nem bermudas possuia o que lhe fez imaginar novamente, que a época como militar parecia ser mais simples. Quando a saída dos demais irmãos foram feitas, revirou qualquer gaveta tomando tal veste escura para tomar um banho e se vestir. Camiseta branca, bermuda escura e um mocassim quase sem coloração definida o compunham. Odiava lúxuria então a isso não reclamou.

O bilhete cravejado no canto da cama, eram substantivos e verbos para uma chegada triunfante de convidado. Entretanto havia um detalhe curioso e o mais importante na ocasião ; Ele não era um convidado. Alecksej poderia não ser querido no momento, nem desejado e muito longe, lembrado. Isso o fazia ficar em uma revolta nebulosa porém, a lógica de ir o pertencia e era ela mesma que usaria. Saiu do chalé usando de um caminho contrário aos demais. De fato ser visto pelos outros mesmo estes não sabendo do episódio anterior, vergonha e fúria cresciam como uma interminável labareda. Não adentraria no barco, mas sim usaria os acessos fornecidos geralmente para treinos como a canoa que encarava amarrada a borda da linha dos aprendizes de remo. No meio do caminho deixou-se pensar ; por um fraco minuto, ela poderia estar pensando nele. Poderia estar pensando no choque e trovoadas que fizeram. Ela poderia então como sua imagem estava em confronto com ele, imaginar como pará-lo, segurá-lo, distanciá-lo por fim matar.

Müller francamente estava péssimo para tomar conclusões e bancar o mesmo estrategista de anos atrás. Alecksej sabia que Isabelle não era ele e ele não era ela. No entanto, a mesma pressão exercida nas palavras dela dentro do apartamento, estavam o pressionando. Não pensou nela enquanto esteve longe e depois da chuva, sua volta era como as dos pássaros de fogo. De repente, surpresa, duvidosa e incômoda.

[...]

A passos lentos, seu corpo convergiu a esquina da piscina calmamente proporcionada por uma face sua que nem lembrava que existia. O loiro social, educado com um sorriso que usado, indicasse ter amigos.

De longe já poderia reconhecer a silhueta feminina enrigada de curvas e um cabelo curto quase aparado na altura do final do pescoço ajustado em mínimos detalhes do costume. A mesma de sempre todavia mudada em um detalhe. Ele, o mudado com a mesma aparência austera de sempre. O tilintar dos brindes dos demais convidados e a água quase sempre escorregando pelas laterais, o faziam ficar levemente enauseado tendo de suportar rigidez a um comportamento tampouco tempo explorado devido às inusitadas coisas que viveu anteriormente. Quando viu-se próximo o suficiente, sua coluna se endireitou em um grau perfeito ao mesmo tempo que incômodo próximo a mais nova e o suposto acompanhante caso não lhe falhasse a memória, atendia por Sam. Samwell Blackwell :

— Olá. - Apesar de ter sido uma palavra, o alemão não escondeu o sotaque deixando-se propriamente vaguear até os ouvidos alheios de maneira que denunciasse espontaneamente a sua chegada. — Posso roubá-la por um minuto? - Os lábios abriram em uma condensação misteriosa de alegria e desafio. Supostamente ela já esperasse a sua vinda, mas dois lados do loiro tinham correspondências mais perigosas do tipo uma nova discussão. Não que ele fosse capaz de abrir um diálogo extenso de tons agressivos e gestos redundantemente enlouquecedores, a questão era ; Ele aguentaria aquilo sem explodir outra vez? Naqueles momentos era de fato claro que subentendia de pena. Não dela, mas de si mesmo.

Para Alecksej, existiam milhões de motivos para sentir dó de si mesmo no entanto, nunca foi corajoso o bastante para colocá-las na mesa. Afinal, ninguém deve criticá-lo.Ele era um em um milhão de rostos . Não esperavam que se assim desejasse, mudaria quantas vezes quisesse.

Elevou a mão próxima a nuca demonstrando desajeito ao outro e a ela, um sinal de que estava respirando. Poderia ser horripilante por um lado, todavia não negava que era divertido.- também uma forma perfeita de provar que não quebrou nenhuma de suas palavras.- sorriu com esforço e olhou o que existia a sua volta abusando de seus dados sensoriais.

— Fiquei surpreso com a notícia. Mesmo que não demonstre em meu paramento. - Alongou as íris claras como o céu para baixo, por uns instante inconveniente fitando os pés da prole de Ares pensativo :

— Presumo que não me esperasse por aqui, mas como o assunto não parava dentro daquele maldito chalé, estou aqui. - Seus pulsos se elevaram cada um perpendicular ao outro a fitando logo, afastando para a borda irregular da piscina.

TH




Athos
Son of Thanatos
come with me now
avatar
Espectros de Érebo
$D :
65021

Idade :
26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 6 Nov 2016 - 10:12

Ever though of calling when you've had a few?
'Cause I always do

Isabelle fechou os olhos por alguns segundos ao ouvir a voz de Alecksej, ela estava, mas não estava esperando por aquilo. Bem confuso. Queria virar-se abraçá-lo e pedir desculpas.  Só que a morena não conseguiria fazer isso, não naquele momento, então ela virou calmamente, sabia que seu coração já estava acelerado o suficiente e que poderia cair morta ali.
- Olá Alecksej – tentou fazer com que aquilo soasse o mais seco e frio possível – Sam, muito bom te ver por aqui, se puder nos dar licença.
A morena fez sinal para que Alecksej a seguisse para um canto mais silencioso. Quando já estava atrás do bar parou e virou-se fitando-o por o que parecia ser uma eternidade, então ela abraçou-o com força.
- Me desculpe – ela sentiu uma lágrima caiu – Desculpe-me por tudo que fiz, quando te fiz dançar, quando te confundi com seu possível irmão gêmeo, por aquela noite.  
A semideusa se afastou limpando as lágrimas discretamente.
- Provavelmente não aceite minhas desculpas, mas preciso dizer que sinto muito.






With: Aleckinho |notes: HAIR |places: Castelo

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Athos C. Daskov em Qua 9 Nov 2016 - 12:34

Maybe i’m insane

Isabelle

If I could be any part of you, I would be your tears. To be conceived in your heart, Born in your eyes, Live on your cheeks And die on your lips.

Alecksej já esperava aspereza. Quando fora correspondido de forma glacial por olhos castanhos que pareciam manifestar pequenos traços de tempestade, desviou as vistas ao loiro pendendo com a face para o lado em demonstração de que aquilo seria uma longa conversa. Suspirou mantendo com força os dedos fechados em um punho pulverizado por trás do tecido da bermuda quando fora surpreendido com um sinal de aproximação. Seguiu ao encalço da morena mesmo que detivesse um longo intervalo entre seus corpos angulando com o queixo erguido, da mesma forma de um rei.


Foram por trás do bar onde o mesmo por algum ato automático, encostou pequena parte do cotovelo contra a parede silenciado querendo assim descobrir a razão de um lugar silencioso para ambos. O filho de Thanatos já entrou por volta de muitas conformidades que, Isabelle talvez precisasse da necessidade de ter mais humanos por perto. A sua frase na última vez, já provinha inúmeros resultados de insegurança coisas que ora ria e outras odiava, pois eram nestas que poderia realmente se ver de mãos atadas. E então, dois braços avançavam ameaçadoramente a sua direção improvável que conseguisse se mover apenas abaixando a cabeça sentindo o contato alheio após, algumas falas que o fizeram pensar pesadamente :


— Todos nós sentimos muito. - Seu timbre era seco e os dedos pressionaram a própria tez clara que se avermelhava numa conjuração de terminações nervosas. — Ter vindo aqui já prova que não fiquei com ressentimentos, certo? - Indagou mesmo sem necessitar de uma resposta ainda contemplando os glóbulos lacrimejados da mulher, quando seus dedos ousaram tocar um lado do rosto desta querendo arrumá-la igualmente ao feito. Mas não demorou muito para que recolhesse as mãos com lentidão,suspirante entre responder ou fazer mais apenas dos ataques envenenados desenvolvendo uma cadência de uma péssima entrada de noite para aquela festa :


— Apesar de que realmente, não irei me esquecer daquilo ou de outras conformidades que tenhamos vivido dentro daquele maldito acampamento. - Completou cruzando os braços piscando pelo menos duas vezes. — E você tem uma tremenda sorte. Um castelo já é uma missão bem difícil para se invadir. - Ele riu, demonstrando que seu humor não estava nem um pouco sendo afetado e também, para transmitir que a outra ficasse calma. Ele não suportaria vê-la triste novamente, muito talvez por ele ser o alvo da culpa da vez. Alecksej, não aceitaria mais deslizes e cada vez mais numerosos em riscos de uma avalanche. — Até mesmo, para alguém que uma vez já morreu. - Atalhou.
TH





Athos
Son of Thanatos
come with me now
avatar
Espectros de Érebo
$D :
65021

Idade :
26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Qua 9 Nov 2016 - 21:21

Ever though of calling when you've had a few?
'Cause I always do

Isabelle deixou escapar um sorriso de ponta a ponta, tinha imaginado aquela cena em pelo menos 89 maneiras horríveis e nenhuma que terminasse bem, tentou parecer como quem sabia que aquilo ia acontecer.
- Como se tivesse precisado, tinham barcos, o castelo está aberto e você avisou que vinha – a morena parou para pensar em quão difícil seria encontrá-la ali, visto que ninguém sabia desse castelo.
Era para ser um local calmo, quieto, onde ela pudesse se esconder por um tempo, mas acabou dando uma festa. A ideia de ser inacessível ainda funciona bem, já que não tinha como ir por terra, o que preocupa Isabelle, visto que Poseidon e Zeus poderiam ferrar com seu castelinho no meio do oceano.
Mas o pensamento da mênade passava bem longe disso, estava se preparando para falar aquilo há tanto tempo que só ficava mais nervosa, e claramente se esquecera de jogar o orgulho no fundo da piscina. Respirou fundo e ignorou aquilo por um tempo, desviou seu pensamento para qualquer outra coisa.
- Aliás, você não precisa invadir, é só pedir, tenho 906 quartos nesse castelo, tem espaço pro acampamento todo – ela riu – Eu vou amar te ter aqui, tenho várias fotos do concurso de dança, precisa ver.






With: Aleckinho |notes: HAIR |places: Castelo

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Athos C. Daskov em Sab 12 Nov 2016 - 20:58

Maybe i’m insane

Isabelle

If I could be any part of you, I would be your tears. To be conceived in your heart, Born in your eyes, Live on your cheeks And die on your lips.

Enxergar o sorriso dela o deixou nervoso por dentro. Uma imagem como aquela, ele não enxergou faziam tempos. Nem mesmo quando estava perto do seu filho fruto da visão temporal que provavelmente deva ter sido a chave conclusiva de estar vivo no tempo presente. Suspirou colocando ambas as mãos na cintura observando as falas dela simplesmente flutuarem, aparentavam terem conversado na noite passada ou horas antes do que, semanas ou meses.

Fatos como aquele pareciam persistirem em rondar Alecksej ; por uma ou duas vidas singulares, ele ficou fadado a ver Isabelle e tratar da mesma forma de sempre, mas sentia no torpor do seu peito que daquela vez não seria desta forma. O orgulho gritou dentro do seu corpo e sua cabeça apenas fez o que nada mais precisa ser feito, ficar calado. Seus olhos vislumbraram com a imagem pragmática da luz e os dentes brancos dela de uma maneira absurda que também fez demorar para responder :

— Muito educada, senhorita Duchanne. - Disse baixo seguindo os olhos já compreendendo aquela hipérbole de metros quadrados. Riu até mesmo da expressão dita por ela, alongando os dedos a frente dos lábios os pressionando delicadamente vezes ou outras encarando-a com mais profundidade e persistência :

— Isso percebi lá fora. - O som humorado ainda era capaz de ser ouvido apesar que o alemão fizera o máximo de esforço possível para engoli-lo. — ... Mas acredito que continuar vê-la nesses eventos de repente deva ser divertido. Aliás, isso também é muito perigoso. - Falou dono de todo juízo perfeccionista que um dia pensou possuir. Sua respiração foi prendida no momento em que ela relembrou de um fato na vida de ambos. Alecksej não sabia em sua memória, mas refletiu e materializou que a dança desengonçada em seu velho jeito excêntrico fez com que se desenrolassem que daquela primeira vez partissem para o quase quinto encontro :

— Eu não acredito nisso! - Sua exclamação foi tão alta que um suor frio pingou e o som de enfático passou a ser tomado de puro drama. Os olhos azuis se arregalaram e a boca foi tomada por toda a dentição alinhada em um riso misturado de tristeza a até mesmo alívio. Isabelle não estava sendo o espelho ruim que o loiro tanto abordava. — Você vai jogar fora. Tudo. Tudo no lixo. - O gesto do seu dedo foi tão estranho quanto a sua expressão sem ar de rir, mal esperava que aquela vergonha fosse mesmo possível de ser registrada. Ele pelo menos cria que aquilo seria um capítulo de um passado que o condenava como um promotor na linha da justiça. Ergueu o rosto para cima fechando os olhos puxando o máximo de ar que pudesse para continuar :

— ... Ainda irei morrer na sua mão. - Os dedos apertaram as têmporas encostando o cotovelo no bar. — Outra vez.
TH
avatar
Espectros de Érebo
$D :
65021

Idade :
26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Sab 12 Nov 2016 - 22:30

What did you expect
I'd probably still adore you

Ela negou balançando a cabeça de um lado para o outro enquanto ria, não iria jogar aquelas fotos fora nem morta, e olha que sua morte estava próxima.
- Me recuso, não vou jogar fora, são momentos engraçados que quero lembrar independente do que acontecer, então se eu perder minhas memórias ainda poderei imagina como deve ter sido engraçado pisar no seu pé – ela fitou-o – pelo menos umas 7 vezes.  
Quando Alecksej mencionou a palavra morrer aquilo ecoou na cabeça da morena por um tempo meio longo, todos os possíveis caminhos para a morte passaram por ela em menos de 4 segundos.
- Não vou te matar... Não poderia fazer isso Alecksej – Isabelle nunca poderia ser tão cruel a ponto de matá-lo, mesmo que aquilo custasse à vida dela – Acontece... Que... Você nunca vai me ouvir dizer isso de novo – ela respirou fundo, agarrou o primeiro copo de qualquer coisa que tenha passado por ali – Eu gosto de você – A morena tomou tudo que tinha na taça em um único gole, quase se afogando e fazendo uma careta – Isso é horrível.



With: Aleckinho |notes: HAIR |places: Castelo

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Kristhyne A. Rapinoe em Ter 15 Nov 2016 - 22:08

Death is a Art

The Death Waiting for us

(passe o mouse por cima)


   
   
   

Era inacreditável em como eu estava super afim dela. Ainda mais eu, que quase não me apaixonava sempre. Ok, parece mentira, mas não é.
Segui seus passos lentamente, na direção da piscina. Um leve aperto no coração fora sentido por mim ao ver a quantidade de água. Mas como era uma festa na piscina, eu tinha que me acostumar.

- Acho que é uma ótima ideia. - Respondi a ela de forma serena, dando um beijo leve no seu ombro direito: - E ainda acho que deveríamos sair daqui e irmos para um local melhor. - Sussurrei, puxando-a antes dela cair na água: - Tem tantos locais por aqui, ou então.... - Beijei brevemente o seu queixo, encarando-a: - Podemos ir embora daqui, irmos realmente para um local melhor.

Sorri delicadamente para ela, passando as mãos pela sua cintura e as apertando com força, trazendo-a para mais perto.

Bikini
Roupa


p l z ☯



I'm nobody. I am a creature cast in the cursed world to wander seeking your death. And believe me, if I started killing now, none of you would be left.

avatar
Filhos de Thanatos
$D :
77390

Idade :
24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Athos C. Daskov em Qua 16 Nov 2016 - 15:53

Maybe i’m insane

Isabelle

If I could be any part of you, I would be your tears. To be conceived in your heart, Born in your eyes, Live on your cheeks And die on your lips.

Os olhos azulados do homem se estreitaram de uma forma muito íntima sorrindo com a reclusão da moça. Era incrível que aqueles papéis pudessem arrancar risadas precisamente, o que fez aquilo ocorrer. No entanto, o alemão não podê deixar de perceber na fala da filha de Ares em referência de vida. ...então se eu perder minhas memórias ainda poderei imaginar... - O que queria dizer com aquilo? O seu peso foi distribuído em um dos braços coçando a barba serrada também dando-se a barganha de escutá-la até o final do pronunciamento.

Mas havia algo errado ali, ele sabia disso e persistiria enquanto olhasse para o rosto dela. As últimas frases o fizeram estar mais desperto, mais atento. Se tudo pudesse ser mudado, ele teria se trancado no chalé ou saído para caçar ao invés de uma festa, ao invés de ter visto um rosto chamativo que o levou para um lugar que nem agrada. Droga, Alecksej você poderia ter mais sorte em tudo que faz, mas mesmo assim o azar anda de mãos dadas a sua vida. Estão atrelados a agarrar algo e abrir mão de outra, isso é injusto nós sabemos, a sua morte e a sua vida enquanto outro morre, foi isto :

— Isabelle. - Seu timbre saiu sério e os olhos revelaram cores céticas. Ao palavrão dela, apenas fez um sorriso aumentar contornando dois ângulos idênticos de cada lado do rosto. Aquilo sempre foi um bom sinal, talvez era algo que ainda se recordava da velha Isabelle possivelmente menos sentimental e o velho Alecksej, confuso dentro de seus próprios argumentos. — ... Você não pode morrer. - Eu sei que você não pode. O dedo patentou a frente de uma das pálpebras suspirando com mais peso, abaixando a cabeça para a sombra perscrutante do lugar. Pouco tempo depois virou a face em direção do tumultuo escondendo as bordas irregulares que se amontoavam no canto dos lábios. Ele sentia-se imensamente honrado por falar aquelas palavras :

— Bom ver que está dizendo isto agora. - O seu riso eclodiu mais baixo que o esperado tornando a fitá-la conformemente ainda saboreava o gosto das sílabas escorregarem pela boca. — Já estava sem argumentos para o deus da morte em querer me manter aqui para tentar convencê-la disto. - Em um ato quase que impercebível, Alecksej gesticulou com as mãos simulando uma queda. Era como os corpos caíam da terra direto para o inferno. De certa forma ele diria que era um lugar bonito se não tivesse sido pouco tempo depois levado ao tribunal - se você pensa que escapa do julgamento para o sofrimento eterno, está muito enganada - e por fim assinando a rescisão. O loiro estava ali vivo, entretanto dentro dele algo séptico sangrava , pois alguém enquanto ele respirava, estava morrendo para dar mais tempo. Tempo foi a única coisa que pacientemente entendeu em seus vinte e dois anos. — Já imaginou, Isabelle? - Um riso agudo e consternado se fez aproximando-se mais da outra deixando seu hálito levemente frio circular próximo dela como um segredo. — Precisar tirar o que é dos outros para me alimentar?! - De certo ele não ensejava uma resposta todavia, ele mesmo assim fez dar a resolução na frase seguinte. — Os mortos me cobrarão por isto mais tarde. - Ele estendeu a mão para abraçar com os próprios dedos, o pulso alheio numa demonstração bastante absurda de temperatura. A morena possuía traços mornos, que poderiam sumir daquela galáxia um dia.Se ela ficasse debaixo do sol, ela se bronzearia.  

Ele não.
Ele é frio.
Ele tem marcas de noite abaixo dos olhos.
Ele já perdeu o direito que tinha sobre a sua vida.
Ele é um escravo.

Alecksej era apenas vazio, nem uma nuvem se equipararia ao que conseguia fazer agora. Mais do que um dia da semideusa os separavam, agora também os deuses os separavam. Amizade, amor platônico, qualquer coisa todas destruídas pela leia natural. Mãe natureza, por que precisa ser tão cruel? Por dentro o estrangeiro estava sentindo dor, pontas de espadas que se alojavam cada vez com mais profundidade nas costas não dando liberdade para que respirasse. Houve uma pausa, então :

— As vezes tenho saudades de beber. - Apontou para o líquido, despertando enfim.
TH
avatar
Espectros de Érebo
$D :
65021

Idade :
26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Zeus em Qui 17 Nov 2016 - 21:30

A FESTA ACABOU SWEETIES, MORRAM TODOS.
avatar
Deuses
$D :
21630

Idade :
22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Nick Carp em Sex 17 Fev 2017 - 22:11

Chateau Duchanne
Nick não pensara nas consequências de uma visita surpresa a Isabelle Duchanne quando pegou a primeira embarcação em direção ao seu castelo. Solitário e sem nenhuma bagagem, embarcou nessa aventura com a certeza de que veria sua melhor amiga, ao menos era o que ele esperava.

Após adentrar a enorme residência só se escutava o canto dos pássaros próximos ao jardim, o silêncio pelos corredores era totalmente absoluto, nem um minimo ruído era produzido no local. A incerteza sobre a presença de mais alguém no recinto veio a tona para a prole de Apolo, talvez ele deveria ter avisado sobre sua chegada, mas a esperança de ver um sorriso estampado no rosto de sua melhor amiga por causa de sua presença era algo gratificante.

Esperar por Isabelle seria algo bastante entediante para Nick se o mesmo não estivesse se encaminhado para seu lugar favorito de todo o castelo: a piscina exterior era um amplo espaço onde a luz solar era responsável por iluminar todo o ambiente, várias cadeiras reclinadas eram dispostas a beira da piscina de forma perpendicular, era exatamente onde ele se repousava na companhia de seu iPod quando estava por ali. Sempre cercado de pessoas no chalé de Apolo ou por outros menestréis de Orfeu, Carp não havia se acostumado com a solidão, mesmo que com a companhia da música em seu dispositivo, ter alguém pra conversar era fundamental para o mesmo. Ainda ansioso para a chegada da filha de Ares, seus olhos não paravam de checar a entrada da piscina esperando por alguém, mesmo que um empregado do castelo para cumprimentar, uma simples interação alegraria todo o seu dia.
thanks to



avatar
Menestréis de Orfeu
$D :
1491

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Sex 17 Fev 2017 - 23:27

With a friend to call my own
I'll never be alone

A morena ouviu o som de batidas na porta do quarto e levantou ainda meio atordoada, tropeçou em alguns sapatos e teve que se apoiar na parede. Por fim chegou a porta e abriu encarando James.
- Srta. acredito que tenhamos um intruso na área da piscina – ela levantou a mão apontando o dedo indicador e fechou a porta delicadamente, foi quando já estava subindo na cama novamente que teve um momento de reflexão.
- Você disse intruso? – abriu a porta rapidamente e então pediu um segundo para o mordomo.

Depois de uns 10 minutos trocando de roupa e se arrumando ela saiu do quarto vestindo um cropped preto e uma saia, em seus pés o par de Louboutin. O mordomo fitou-a e a mênade sabia exatamente o que ele estava pensando.
- Não é todo dia que temos um intruso James – brincou e desceu as escadarias com certa pressa.
James não fazia barulho, se sabia que tinha alguém na propriedade ele logo chamava Isabelle, esse tipo de coisa raramente acontecia, mas o mordomo sabia exatamente o que fazer. Passou os olhos pela piscina e não podia acreditar no que estava vendo, com a mesma cara de sonso desde a primeira vez que se encontraram lá estava ele.
Não via Nick faziam pelo menos dois anos, ela não tinha ideia do que ele estivera aprontando naquele tempo, mas ainda parecia o mesmo semideus que encontrara a caminho do acampamento. Avisou James que não se preocupasse e então seguiu silenciosamente pela borda da piscina sentando-se ao lado da prole de Apolo que ainda não havia notado sua presença.

Armas:

► Adaga de Obsidiana - Aparentemente um salto Louboutin, porém transforma-se em uma adaga de obsidiana quando requisitada pela dona (não interferindo no sapato em si, que continua o mesmo). Após 13 segundos longe das mãos de Isabelle, a adaga aparecerá novamente no lugar do salto, desde que essa não tenha sido destruída.


With: All |notes: Wedding|places: Praia

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Nick Carp em Sab 18 Fev 2017 - 10:42

Chateau Duchanne
Com os olhos fechados, Nick relaxava sobre a luz do fraco sol na companhia de sua música erudita. Ao seu lado se encontrava Isabelle, que permaneceu em silêncio por poucos segundos até a prole de Apollo notar sua presença. - Olha quem resolveu aparecer no próprio castelo... - brincou Nick sorrindo, seus braços em um movimento quase que automático envolveram a filha de Ares num caloroso abraço. - Você fez falta Belle... O Chalé V precisa de alguém pra por ordem, seria ótimo se fosse mais presente no acampamento. - sugeriu o menestrel ainda exibindo sua maior marca, o sorriso. Depois de Brooke, Isabelle era a semideusa mais especial para Nick, todos os bons momentos que construíram a amizade dos dois não deveriam ser apenas uma memória, mas muitos dos antigos semideuses já haviam seguido suas vidas fora do convívio dos campistas e Nick entendia cada um deles, se não fosse por Brooke talvez também já estivesse longe alguns anos atrás.

LOOK:

ARMAS:

♦ Arco – Feito de ouro solar, o arco é inteiramente coberto por pequenos diamantes. Pode ser usado para bater em algo ou alguém, já que os diamantes são pontudos e afiados. Transforma-se em fones de ouvido.

♦ Aljava de flechas infinitas – Todas as flechas são feitas de ouro solar, elas são perfeitamente manuseáveis e tendem a concentrar a luz solar em suas pontas que, quando entram em contato com o alvo, fazem o mesmo pegar fogo com a energia liberada, entrando em combustão. Transforma-se em um Ipod, que contém as músicas que o dono desejar.

► Love - Um colar feito com uma das cordas da Lira de Orfeu. Quando ativado, o colar permite que o menestrel se transforme na pessoa que o inimigo ama ou já amou. A transformação dura 3 rodadas.

thanks to



avatar
Menestréis de Orfeu
$D :
1491

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Sab 18 Fev 2017 - 11:03

With a friend to call my own
I'll never be alone

Não demorou muito para que Nick notasse a presença de Isabelle e abraçasse-a e ela fez questão de quase esmaga-lo. Se acomodou melhor na cadeira ouvindo o comentário dele, talvez realmente devesse ser mais presente no acampamento, mas nos últimos tempos a vida dela estava uma grande bagunça e se sentia mais confortável para arrumar isso em casa.
- O chalé V vai ter que esperar mais um tempo Nick, as coisas não estão indo muito bem por aqui – suspirou e logo abriu um sorriso – Mas conte-me, porque as coisas voam, você está saindo com um caçadora?
Se aquilo era verdade a prole de Ares não tinha ideia, e no caso de ser, Nick estava bem ferrado e a garota também. Queria ser invisível para assistir a reação da deusa da caça quando ficasse sabendo que uma de suas puras seguidoras estava de olho em um filho de Apolo.

Armas:

► Adaga de Obsidiana - Aparentemente um salto Louboutin, porém transforma-se em uma adaga de obsidiana quando requisitada pela dona (não interferindo no sapato em si, que continua o mesmo). Após 13 segundos longe das mãos de Isabelle, a adaga aparecerá novamente no lugar do salto, desde que essa não tenha sido destruída.


With: All |notes: Wedding|places: Praia

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Nick Carp em Sab 18 Fev 2017 - 11:20

Chateau Duchanne
Um peso caiu sobre os ombros de Nick ao falar de Brooke, ele temia que a história se espalhasse e chegasse no ouvido de sua tia Ártemis. Medidas graves seriam tomadas com a fúria da deusa da caça, em nenhuma hipótese ela poderia descobrir que o sobrinho estava saindo com uma de suas caçadoras. - Eu e Brooke estamos nos vendo de vem em quando, mas muito brevemente. - respondeu Nick olhando para baixo por um instante, de todas as pessoas do mundo, Afrodite escolhera o semideus de Apolo para amaldiçoar com um amor proibido. Isabelle fornecia bons conselhos em todas as vezes em que o rapaz tinha um problema, mas dessa vez até ela sabia que não tinha solução para isso. - Estamos nos esforçando para planejar uma forma de sair dessa situação, mas a sua lealdade por Ártemis é maior que seu amor por mim... Não tem muito a ser feito. - contou chateado, talvez devesse arrumar outros braços para se confortar, mas a ideia de esquecer a caçadora soava estúpida e impossível em sua cabeça. Estamos todos fadados ao amor.

LOOK:

ARMAS:

♦ Arco – Feito de ouro solar, o arco é inteiramente coberto por pequenos diamantes. Pode ser usado para bater em algo ou alguém, já que os diamantes são pontudos e afiados. Transforma-se em fones de ouvido.

♦ Aljava de flechas infinitas – Todas as flechas são feitas de ouro solar, elas são perfeitamente manuseáveis e tendem a concentrar a luz solar em suas pontas que, quando entram em contato com o alvo, fazem o mesmo pegar fogo com a energia liberada, entrando em combustão. Transforma-se em um Ipod, que contém as músicas que o dono desejar.

► Love - Um colar feito com uma das cordas da Lira de Orfeu. Quando ativado, o colar permite que o menestrel se transforme na pessoa que o inimigo ama ou já amou. A transformação dura 3 rodadas.

thanks to



avatar
Menestréis de Orfeu
$D :
1491

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Sab 18 Fev 2017 - 12:36

With a friend to call my own
I'll never be alone

Ela realmente queria poder ajudar com aquela situação, mas sabia quão horrível os deuses podiam ser, também sabia o que era o resultado de um coração partido. Só via duas saídas possíveis para aquilo, ou Nick e Brooke se separavam, ou iam contra Ártemis e suas várias caçadoras. E era por aí que Brooke devia se perguntar se aquilo realmente era o que a faria mais feliz, trair a confiança da deusa que a abrigou e das demais seguidoras, tudo para que pudesse ficar com Nick, 2x1 para as caçadoras.
- Eu não sou boa em conselhos e no ponto de vista racional você devia jogar tudo pra cima e desistir dessa enrascada agora. Porém Nick, somos semideuses e os deuses cometem as maiores loucuras irracionais, então nesse ponto de vista, e é bom que saiba que eu tomei duas garrafas de vinho antes de chegar aqui, se você a ama vá lutar por isso. Brooke cedo ou tarde vai ver que a imortalidade não é a melhor coisa do mundo e se for ficar com você irá ter que abrir mão, quando ela o fizer vai estar certa de que você, Nick, é o cara certo pra ela – Isabelle respirou fundo e levantou a mão – Mais uma coisa. Esquece essa coisa de “de vez em quando” não tem que existir, a merda já está feita, aproveite tudo que der, leve ela todo dia para ver o pôr do sol, só não cante pra ela, e não se esqueça que estarei aqui torcendo por vocês dois.
A mênade fez um sinal para James trazer o vinho.

Armas:

► Adaga de Obsidiana - Aparentemente um salto Louboutin, porém transforma-se em uma adaga de obsidiana quando requisitada pela dona (não interferindo no sapato em si, que continua o mesmo). Após 13 segundos longe das mãos de Isabelle, a adaga aparecerá novamente no lugar do salto, desde que essa não tenha sido destruída.


With: All |notes: Wedding|places: Praia

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Nick Carp em Sab 18 Fev 2017 - 22:13

Chateau Duchanne
Talvez Isabelle estivesse certa, Nick deveria conversar com Brooke para tonar pública a relação, afinal algum dia a verdade viria a tona de qualquer maneira. Pegando uma taça de vinho da bandeja do mordomo, virou o líquido direto para seu estômago deixando-a vazia em segundos. - Brooke me faz querer beber. - confessou Nick para a amiga filha de Ares. - Em hipótese nenhuma ela trocaria sua lealdade por Ártemis, talvez eu só seja a segunda opção. - prosseguiu o desabafo, tudo o que ele mais queria era parar de falar da caçadora que roubara seu coração. - Você é uma mênade, não era para você ser a Queen Bee da diversão? - indagou arqueando uma sobrancelha na direção de Isabelle. Ao invés de taças, Nick já havia pegado toda a garrafa do melhor vinho disponível, se fosse para reencontrar a amiga, ele gostaria que fosse da melhor maneira: a moda antiga.

LOOK:

ARMAS:

♦ Arco – Feito de ouro solar, o arco é inteiramente coberto por pequenos diamantes. Pode ser usado para bater em algo ou alguém, já que os diamantes são pontudos e afiados. Transforma-se em fones de ouvido.

♦ Aljava de flechas infinitas – Todas as flechas são feitas de ouro solar, elas são perfeitamente manuseáveis e tendem a concentrar a luz solar em suas pontas que, quando entram em contato com o alvo, fazem o mesmo pegar fogo com a energia liberada, entrando em combustão. Transforma-se em um Ipod, que contém as músicas que o dono desejar.

► Love - Um colar feito com uma das cordas da Lira de Orfeu. Quando ativado, o colar permite que o menestrel se transforme na pessoa que o inimigo ama ou já amou. A transformação dura 3 rodadas.

thanks to



avatar
Menestréis de Orfeu
$D :
1491

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 19 Fev 2017 - 12:30

With a friend to call my own
I'll never be alone

A lembrança dos dias inacabáveis e das festas inesquecíveis dos seus primeiros meses como mênade vieram à tona, tudo que Isabelle havia achado um jeito de trancar as 7 chaves. Ela estava apenas tentando viver uma vida normal, sem festas todo dia, mas era inevitável que a loucura viesse de vez em quando e acabasse com seus momentos bons. Tudo vem com um preço, até mesmo a diversão.
- Eu estava tentando viver como uma mortal – comentou enquanto buscava outra garrafa de vinho no bar da piscina – Agora já não sei mais o que vai acontecer comigo, talvez semana que vem você me veja em uma boate dançando loucamente em cima do balcão, ou na minha suíte olhando algum filme clichê. Acho que viverei para sempre nessas crises existenciais, se me perguntasse o que faria da vida quando eu tinha 8 anos lhe diria que iria querer ser A semideusa, agora eu só quero a vida normal cheia de brigas e corações partidos que os mortais tem. Eu não quero viver para sempre assim, estaria vivendo em vão, mas as vezes você não se pergunta o que fez de errado? Se fosse mortal não teria esse problema com a Brooke. Mas tanto faz, o que quer fazer?

Armas:

► Adaga de Obsidiana - Aparentemente um salto Louboutin, porém transforma-se em uma adaga de obsidiana quando requisitada pela dona (não interferindo no sapato em si, que continua o mesmo). Após 13 segundos longe das mãos de Isabelle, a adaga aparecerá novamente no lugar do salto, desde que essa não tenha sido destruída.


With: All |notes: Wedding|places: Praia

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Nick Carp em Dom 19 Fev 2017 - 12:51

Chateau Duchanne
Acreditar que Isabelle Duchanne queria viver como uma mortal era uma ideia absurda. Seria mais fácil acreditar que ela estaria travando a 3ª Guerra Mundial. Nick demorou mas finalmente encontrou uma resposta para a pergunta da amiga, o que ele gostaria de fazer? Um sorriso leve se abriu em seus lábios se recordando dos velhos tempos. - Por incrível que pareça, também estou tentando levar uma vida mais sossegada. - confessou seguido de um forte suspiro. - Se você me perguntasse o que eu gostaria de fazer alguns anos atrás, provavelmente eu te responderia que gostaria de ir a uma festa ou algo do tipo. Hoje em dia eu ficaria mais confortável assistindo a uma orquestra. Me sinto um velho. - disse sorrindo, aos vinte anos a vida do semideus virara de cabeça pra baixo, talvez seja só as responsabilidades da vida adulta caindo sobre seus ombros. Levando a garrafa de vinho quase pela metade aos lábios, acabou de vez com o líquido vermelho, talvez fosse melhor parar de ingerir bebidas alcoólicas por aquele momento, afinal não queria dar trabalho indesejado de limpeza ao mordomo de Isabelle.

LOOK:

ARMAS:

♦ Arco – Feito de ouro solar, o arco é inteiramente coberto por pequenos diamantes. Pode ser usado para bater em algo ou alguém, já que os diamantes são pontudos e afiados. Transforma-se em fones de ouvido.

♦ Aljava de flechas infinitas – Todas as flechas são feitas de ouro solar, elas são perfeitamente manuseáveis e tendem a concentrar a luz solar em suas pontas que, quando entram em contato com o alvo, fazem o mesmo pegar fogo com a energia liberada, entrando em combustão. Transforma-se em um Ipod, que contém as músicas que o dono desejar.

► Love - Um colar feito com uma das cordas da Lira de Orfeu. Quando ativado, o colar permite que o menestrel se transforme na pessoa que o inimigo ama ou já amou. A transformação dura 3 rodadas.

thanks to



avatar
Menestréis de Orfeu
$D :
1491

Idade :
21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Isabelle Duchanne em Dom 19 Fev 2017 - 13:19

With a friend to call my own
I'll never be alone

Nunca na sua vida iria conseguir imaginar Nick em uma festa, era mais fácil encontrar o garoto em um palco fazendo piadas sem graça.
- Orquestras não são tão ruins Nick, mas sim, você parece um velho – comentou rindo – Falando em música eu nunca vou esquecer aquele dia que te encontrei tentando aprender a tocar violão e você já havia arrebentado algumas cordas. Me diz que você fez um cursinho.
A mênade achava engraçado como uma prole de Apolo pudesse tocar tão mal um violão, sem contar da última vez que ouvira Nick cantar como uma foca encalhada, definitivamente a única solução para ele era uma benção de Orfeu. Ela largou a garrafa de vinho no chão e como se James fosse mágico ele apareceu com o violão e entregou para Nick.
Armas:

► Adaga de Obsidiana - Aparentemente um salto Louboutin, porém transforma-se em uma adaga de obsidiana quando requisitada pela dona (não interferindo no sapato em si, que continua o mesmo). Após 13 segundos longe das mãos de Isabelle, a adaga aparecerá novamente no lugar do salto, desde que essa não tenha sido destruída.


With: All |notes: Wedding|places: Praia

&




Duchanne | Ares | Mênade

avatar
Filhos de Ares
$D :
66137

Idade :
23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Piscina Externa

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum