Fóruns Irmãos
0 de 5
Créditos
» Skin obtida de Captain Knows Best criado por Neeve, graças às contribuições e tutoriais de Hardrock, Glintz e Asistencia Foroactivo.
» Com gráficos e modificações por Hades e Zeus.
Elite
0 de 9
Comum
0 de 33
Últimos assuntos
» Pego - Namoro - Passo - Caso - Morre Diablo!
Ontem à(s) 11:26 por Hylla K. Werstonem

» Pedidos de Missões
Ontem à(s) 8:53 por Nyx

» Flood 4.0
Ontem à(s) 6:19 por Hylla K. Werstonem

» Chalé dos Filhos de Hécate
Qui 20 Jul 2017 - 14:28 por Freya Magnum

» Cozinha do Apartamento
Qua 19 Jul 2017 - 18:25 por Isabelle Duchanne

» Reclamação Divina
Ter 18 Jul 2017 - 19:27 por Hécate

» Pra mim você é
Ter 18 Jul 2017 - 14:48 por Tay Branwell Carstairs

» Playlist qq
Seg 17 Jul 2017 - 22:06 por Ivy La Faye

» Templates, Sign e whatever
Seg 17 Jul 2017 - 18:24 por Zoey Montgomery

» O que faria se acordasse ao lado da pessoa acima?
Dom 16 Jul 2017 - 17:40 por Tay Branwell Carstairs


Treinos de Sawyer Harley Quinzel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Treinos de Sawyer Harley Quinzel

Mensagem por Sawyer Harley Quinzel em Qui 17 Jul 2014 - 22:19



Arco e flecha I


Era a primeira vez que estava no chalé de Eros e que conseguia dormir desde o dia que fui atacado por Michelle, a colega de trabalho que na realidade era uma menina-égua e tentou atacar-me no mesmo dia que descobri quem era meu pai. O motivo disso? Toda vez que tentava dormir, antes de chegar no Acampamento Meio Sangue sempre sonhava que estava em um desfile de moda e de repente todos os participantes se transformavam em monstros resolvendo atacar-me, decerto para eliminar a concorrência ou simplesmente para saciarem a fome. Acordei bem tarde, aproximadamente depois das treze, treze e meia e estava revigorado das noites que não havia conseguido dormir, era incrível como a atmosfera dentro do chalé fazia isso com as pessoas. A primeira coisa que fiz quando coloquei meus pés nos tapete fofinho foi de olhar para o lado de minha cama e perceber que havia algumas caixas de presentes em formas de corações e de vários tamanhos. Olhei para aquilo de forma duvidosa me perguntando se aqueles presentes eram para mim. Aproximei e vi escrito no grego antigo algumas coisas, não reconheci tudo que estava escrito o que pude entender foram os nomes “Eros” e “Sawyer”, isso porque havia procurado como escrevia o nome de meu pai e o meu alguns dias anteriores da minha chegada para o acampamento. Reconhecendo que aqueles presentes só podiam serem meus, comecei abrir todas as caixas. Abri  caixa menor e com cuidado, pensando que podia perder o que tinha dentro  coloquei na minha cama, virei de ponta cabeça e vi caindo de dentro uma pulseira de ouro com um pingente de uma Rosa. Segurando a pulseira levei ela para perto de meus olhos e pensei indignado:  “Meu pai está pensando que sou afeminado e achando que vou usar isso? “ Coloquei a pulseira de lado e continuei abrindo as outras caixas.  Na segunda caixa dentro tinha uma coisa melhor que a primeira, pelo menos foi o que pensei porque se tratava de uma aljava com várias flechas bem bonitas. A outra era em seu interior tinha um arco feito de ouro bem detalhado que assim que vi meus olhinhos se arregalaram e fiquei de boca aberta maravilhado com o que via. A terceira fez com que eu abrisse a boca mais ainda como se ela pudesse cair porque dentro tinha uma armadura feita de ouro com alguns detalhes em prata e ao vê-la comecei a me sentir como se fosse um Cavaleiro do Zodíaco. Resolvendo agradecer pelo o que havia recebido, olhei para cima e disse um pouco alto:

-Er... Pai ? Obrigado! Realmente amei os presentes.  Quer dizer... Menos a pulseira.

Vi um dos meus meios-irmãos chegando, este era mais alto do que eu, com corpo bem sarado, pele bem branca, de cabelos loiros e olhos azuis. Parecia que ele tinha escutado o que havia dito porque disse para mim que a pulseira seria muito útil no momento que eu mais iria precisar. “Útil no momento que mais iria precisar? Só se for em uma parada GLBTpara atrair os “bofinhos” .”, Pensei. Ele se apresentou dizendo que seu nome era Ezreal e disse que estava ali porque queria levar-me para treinar na arena, para ensinar-me usar algumas armas especialmente a usar arco e flecha que segundo ele era o tipo de arma que ele mais sabia usar. Confesso que não sou muito bom em esportes e toda vez que tento algum acaba não dando certo, como aquela vez que tentei jogar vôlei e um menino bateu a bola com tudo em meu rosto ou aquela quando resolvi aprender nadar em uma piscina e me afoguei. Olhei para Ezreal me perguntando o quanto seria perigoso ir na arena e ia dizendo que não estava afim de correr perigo, porém ao ver que Ezreal me olhava quase implorando que eu fosse junto com ele, resolvi topar e disse:

- Tudo bem. Eu topo treinar contigo na arena. Só me espera trocar de roupa?

Ao ouvir ele dizendo que me esperaria, caminhei até a minha bolsa que estava encostada nos pés da cama. Abrindo a bolsa comecei a procurar algumas roupas que ficariam legais em mim e resolvi pegar uma camisa preta de uma das bandas que mais curtia “WithinTemptation”, uma calça jeans azul, meias brancas, meu cinto com uma caveira caveira, um anel de caveira, meu tênis Nike e entrei para dentro do banheiro. Depois que me troquei, abri a torneira que era feita de ouro e lavei meus olhos e em seguida escovei bem os meus dentes, abri o armarinho do espelho e pegando uma escova comecei a escovar os meus lindos cabelos. Quando sai do banheiro Ezreal olhou para mim indignado e disse:

- Nossa que demora! Pensei que não iria sair de lá e ficaria todo o tempo do mundo trancado dentro do banheiro.

Ele certamente não entenderia o que era ser eu, de estar acostumado em sempre estar impecável mesmo que se fosse para correr ou brincar em algum lugar qualquer, porque vai que algum “paparazzi” ao me encontrar todo descuidado tirasse fotos e divulgasse para a mídia revelando como eu ficava sem estar bem arrumado. Não. Decididamente ele não sabia como era ser eu.

- Ei! Eu gosto de estar sempre bonito!

Pegando o meu arco e flecha que havia ganho junto com Ezreal saí para fora. No ambiente externo do chalé o tempo estava muito bonito os pássaros cantavam enquanto voavam, abelhas zumbiam indo de flor em flor recolhendo o néctar e alguns campistas aproveitando que estava quente ficavam dentro do lago se banhando. Passamos por alguns campistas que pareciam que eram filhos de Ares porque tinham a impressão de sempre estar a procura de uma briga e continuamos a andar até chegarmos na arena. Quando cheguei na arena pôde perceber que tinham vários bonecos feitos de palha, posicionados uns distantes dos outros. Reparei também na marca divisória que delimitava onde a pessoa iria ficar enquanto tentasse usar o arco e flecha para acertar os alvos. Ezreal caminhando até a marca divisória, colocou seus pés na linha, pegou seu anel que em sua mão se transformou em um arco, puxou bem a corda do arco e magicamente surgiu uma flecha nele, calculou a posição do vento e atirou fazendo com que a flecha acertasse em cheio a cabeça do boneco que estava mais distante. Depois de ter feito sua demonstração, olhou para mim dizendo:

- Viu não é um bicho de sete cabeças.

Sim. Para ele tinha sido fácil, mas duvidava que não me sairia tão bem quanto ele. Assim que ouvi ele dizendo para que me aproximasse, comecei a andar lentamente até chegar junto dele. Sem saber o que fazer olhei para ele e este me respondeu :

- Agora pegue uma flecha da aljava e tente por no arco sem deixar-lha cair.

A minha mão tremia de mais puro nervosismo que estava sentindo naquele momento enquanto levava a mão na aljava e retirava uma das flechas. Tentei colocar a flecha no arco mas me atrapalhei e fiz com que ela caísse no chão. Abaixei-me e pegando a flecha tentei colocá-la novamente no arco. Pensando que Ezreal estava rindo de mim por eu ser um pouco atrapalhado, olhei para ele e percebi que ele estava sério, o que foi bom porque se não iria desistir e sair correndo. Como continuava nervoso, Ezreal andou até ficar atrás de mim, pegou na minha mão e me ensinou como se colocava a flecha no arco, depois disse que era para sentir em que direção o vento soprava, respirar fundo e depois sim tentar soltar a flecha. Assim que ele soltou a minha mão, juntos fizemos com que a flecha acertasse no corpo de um dos bonecos mais próximos. Ele olhou para mim e sorrindo disse :

- Viu foi fácil. Agora quero que faça sozinho.

Tentei repetir novamente do jeito que ele tinha ensinado, pegando a flecha colocando no arco, calculando onde ficava a direção do vento, prendendo a respiração enquanto flexionava a corda e soltando a flecha. Infelizmente, não consegui nem mesmo fazer com que a flecha encostasse em um dos bonecos, mas tudo bem eu era do tipo persistente e não iria desistir tão facilmente. Pegando novamente a flecha tentei rever o que tinha feito de errado e novamente tentei acertar um dos alvos, me surpreendi quando vi a flecha voando em direção de um dos bonecos e acertar na cabeça deste. Fiquei animado, dei um pulinho de alegria e gritei:

- Eba consegui!

Ezreal olhou para mim e disse que por hoje era só e que da próxima vez iríamos tentar acertar alvos em movimentos. Fiquei imaginando o quanto mais difícil era acertar os alvos em movimentos porque alvos parados já eram. Com meu arco e flecha nas minhas mãos, comecei a andar com passos suaves, como se não fazia barulho algum rumo ao meu chalé para tomar um banho porque devido ter feito um pouco força ao puxar a corda do arco já havia ficado com suor e se tinha algo que odiava era ficar fedorento.

Legendas::
Falas de Ezreal
Falas/pensamentos de Sawyer Francis Quinzel


Armas utilizadas::
ø Arco do Amor - Longo e de ouro puro, indestrutível.

ø Aljava com flechas do Amor - Com infinitas flecha que podem paralisar o oponente e pode deixar apaixonado se for a intenção do semideus.[Dura 1 turno]



 Com: Ezreal ONDE: Arena Usando: ISSO

Coded By @Lilah!
[/color]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinos de Sawyer Harley Quinzel

Mensagem por Convidado em Sex 18 Jul 2014 - 13:24


Avaliação!

Bom, querido. Seu treino foi razoavelmente agradável, porém, houveram erros de concordância e de ortografia gravíssimos como "deixar-lhas". Da próxima vez procure reler o treino antes de postar.


+ 70 XP.

Atualizado por Perséfone.


Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum